Desmond Tutu diz não ter sido convidado para funeral de Mandela

  • 14 dezembro 2013
Desmond Tutu | Crédito: Reuters
Bispo anglicano aposentado, Desmond Tutu afirmou não querer "invadir cerimônia privada e familiar"

Consagrado com o Prêmio Nobel da Paz por sua luta contra o apartheid, o bispo anglicano aposentado Desmond Tutu afirmou não ter sido convidado para o funeral do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, do qual era amigo.

Mandela, que morreu de complicações pulmonares no último dia 5 de dezembro, aos 95 anos, será enterrado neste domingo em sua cidade-natal, Qunu, na província de Cabo Oriental.

A cerimônia restrita a parentes e convidados deverá ser realizada na propriedade da família.

"Adoraria poder comparecer ao enterro e dizer um último adeus a alguém que eu amei e estimei muito", afirmou o bispo aposentado em um comunicado.

Ele acrescentou que não queria invadir "um funeral familiar e privado".

Um porta-voz da presidência sul-africana afirmou, entretanto, que o religioso estava na lista de convidados e qualquer problema seria solucionado até a celebração.

"O arcebispo (Tutu foi arcebispo da Cidade do Cabo) não é um religioso comum; ele é especial em nosso país e definitivamente está na lista", afirmou à agência de notícias AFP Mac Maharaj, porta-voz da presidência.

"Se houver qualquer problema, nós tentaremos solucioná-lo e eu posso assegurar que ele é um dos convidados", reiterou.