BBC navigation

Ex-ministro José Dirceu se entrega à Polícia Federal

Atualizado em  15 de novembro, 2013 - 19:26 (Brasília) 21:26 GMT
Manifestantes simulam prisão de José Dirceu durante protesto (foto: Reuters)

Polícia Federal quer transferir presos do mensalão para Brasília ainda no fim de semana

O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, se entregou a agentes da Polícia Federal em São Paulo após ter sua prisão decretada pelo STF (supremo Tribunal Federal). O ex-presidente do PT José Genoino e outos oito sentenciados também se apresentaram à polícia e foram presos.

Dirceu afirmou por meio de nota que foi condenado sem provas. Ele disse ainda que mesmo preso permanecerá lutando para provar sua inocência.

Assessores de Genoino distribuíram uma nota afirmando que ele alega inocência e se considera um "preso político"

Uma nota divulgada por assessores do presidente Nacional do PT, Rui Falcão, disse que as prisões ferem o princípio da ampla defesa - pois nem todos os recursos à sentença haviam sido esgotados. O partido classifica o julgamento como "injusto" e "político".

Mais cedo, o ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, havia determinado a prisão de 12 réus do processo.

Dirceu e Genoino devem cumprir pena em regime semiaberto, ou seja, poderão trabalhar durante o dia, mas terão que retornar à prisão para dormir. Dirceu foi condenado a 10 anos e 10 meses de prsão. A sentença de Genoino foi de seis anos e 11 meses.

Também foram presos o operador do esquema Marcos Valério, e seus sócios Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, a dona do Banco Rural, Kátia Rabello e o ex-diretor do banco José Roberto Salgado, a ex-funcionária de Valério, Simone Vasconcelos, o ex-tesoureiro do PL (atual PR) Jacinto Lamas, o ex-deputado Romeu Queiroz (PTB-MG) e o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato.

A Polícia Federal disse que tentaria cumprir todas elas ainda nesta sexta-feira. Mas, Delúbio Soares disse por meio de representantes que se entregaria só no sábado. Henrique Pizzolato não foi encontrado por agentes da PF.

José Dirceu se entrega à polícia (foto: AFP)

José Dirceu e José Genoino divulgaram notas alegando inocência pouco antes de se entregarem

No momento da divulgação das ordens, Dirceu estava em sua casa em Vinhedo, no interior paulista. Ele se dirigiu de carro com assessores para a sede da Polícia Federal na Lapa, onde se entregou.

Dirceu e Genoino devem permanecer na carceragem da PF em São Paulo durante o fim de semana. A PF informou que usará aviões da instituição para transferir os presos para Brasília no domingo - pois a competência de lidar com os detentos é da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal.

Dúvida

O presidente do STF havia determinado na última quarta-feira que os réus condenados deveriam começar a cumprir as penas imediatamente.

Na ocasião, não ficou claro se a decisão abrangeria réus que ainda questionavam algumas penas por meio de recursos conhecidos como embargos infringentes também seriam presos.

Porém, nesta sexta-feira, Barbosa expediu os primeiros mandatos de prisão para 12 dos 25 condenados pelo Mensalão.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.