BBC navigation

Iranianos demonstram esperança por acordo nuclear

Atualizado em  9 de novembro, 2013 - 15:46 (Brasília) 17:46 GMT
Ativistas fazem manifestação para marcar aniverário de invasão da embaixada americana (foto: Getty)

Políticos e analistas estão céticos quanto a negociações; população se diz otimista

As negociações em Genebra sobre o controverso programa nuclear do Irã estão sendo vistas pelos iranianos com uma mistura de otimismo cauteloso e desconfiança, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã, Mohsen Asgari.

Contudo, diplomatas que participaram das negociações afirmaram que é possível que o acordo não seja firmado neste fim de semana.

No terceiro – e não planejado – dia de negociações em Genebra, a conta no Twitter do aiatolá Khamenei publicou: "Nossos negociadores são crianças da revolução (islâmica). Nós damos forte apoio aos responsáveis por nossa diplomacia".

Mensagens semelhantes vêm sendo repetidas por quase todos os ativistas políticos e a mídia nos últimos dois dias.

Os responsáveis pelas orações de sexta-feira pregaram o apoio à delegação iraniana para mostrar que os diplomatas gozam de total apoio do sistema.

A televisão estatal IRIB expressou otimismo cauteloso em seus noticiários.

Seus correspondentes transmitindo de Genebra delinearam uma atmosfera positiva na qual o "Irã e o Ocidente estão completando as lacunas e preparando o terreno para assinar um acordo que pode acabar com o perene problema nuclear do Irã".

Porém, o regime não confia nos Estados Unidos.

A IRIB tem exibido seguidas vezes uma entrevista da rede NBC com Barack Obama, na qual o presidente americano disse: "Não retiramos nenhuma opção da mesa, incluindo as opções militares".

Na programação, a entrevista de Obama é sempre seguida por um discurso do líder supremo, no qual Khamenei disse: "De um lado eles sorriem e mostram interesse em negociações e do outro eles dizem imediatamente 'todas as opções estão na mesa'. Então o que eles estão querendo fazer contra a República Islâmica?".

Otimismo

Mas a imprensa iraniana e o povo parecem mais otimistas. Os fatos das negociações terem sido prolongadas e terem atraído autoridades tão importantes dá esperança ao povo.

Exceto pelo jornal Kayhan, quase todos os veículos moderados e reformistas têm publicado manchetes positivas sobre as negociações.

Eles dizem que a raiva do premiê israelense Benjamin Netanyahu em relação à possibilidade de acordo só prova que o Irã está no caminho certo.

As pessoas estão mais otimistas que os politicos e os analistas.

A engenheira da comutação Majid disse: "Depois de dez anos de rodeios eles estão realmente falando uns com os outros. Agora é hora de pescar o peixe ou cortar a linha".

O mercado financeiro iraniano é o melhor termômetro político para mostrar em que direção a sociedade está se movendo.

As taxas de conversão das moedas estrangeiras caíram nesta manhã, assim como o preço das moedas de ouro.

"A maior razão para a reação do mercado é que as pessoas estão com a sensação de que é sério o que está acontecendo, uma negociação real está ocorrendo", disse um economista que pediu para não ser identificado.

"Independente do que possa acontecer , as pessoas precisam de certezas, de estabilidade".

Os iranianos estão acompanhando de perto se seus diplomatas conseguem abrir um caminho para sair dessa longa disputa.

Muitos acreditam que agora o Irã poderá respirar facilmente de novo.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.