BBC navigation

Homem europeu 'cresceu' 11 cm desde 1870, diz estudo

Atualizado em  2 de setembro, 2013 - 11:50 (Brasília) 14:50 GMT
Foto histórica das ruas de Londres. Foto: Getty Images

Foto antiga mostra homens e meninos nas ruas de Londres em 1877

A altura média dos homens aumentou quase 11 centímetros desde a metade do século 19, segundo especialistas.

Os dados foram coletados de centenas de milhares de homens de 15 países europeus.

Entre os britânicos, a altura média aos 21 anos aumentou de 167,05 centímetros, no período entre 1871 e 1875, para 177,37 centímetros, exatamente um século depois.

O estudo, publicado na revista científica Oxford Economic Papers, analisou dados de diversas fontes, desde registros militares a pesquisas e censos populacionais entre 1870 e 1980 na Europa.

O único dado estudado foi a altura dos homens, porque há poucos registros históricos sobre mulheres no período.

Genética

Herança genética é geralmente vista como o principal fator que determina a altura. Mas, apesar de os genes explicarem diferenças entre os indivíduos, eles não conseguem descrever o que acontece em termos de tendência de população.

Segundo os pesquisadores, o crescimento é muito afetado pelo que acontece nos primeiros dois anos de vida.

No passado, um alto índice de doenças – como respiratórias ou diabetes – provocava muitas mortes entre crianças, mas também afetava as que sobreviviam. Isso afetava o seu crescimento. A mortalidade infantil na Europa caiu bruscamente no século estudado.

Outro fator que é levado em consideração pelos pesquisadores é a diminuição no número de pessoas por família. O maior poder aquisitivo das pessoas, melhores condições de higiene e melhor educação das famílias tiveram efeito combinado no aumento da altura média dos homens, na avaliação dos cientistas.

O estudo também analisa os dados dos 15 países europeus em separado.

No norte da Europa, houve um aumento significativo na altura média dos homens no período que engloba as duas Guerras Mundiais e a Grande Depressão, antes da criação do sistema nacional de saúde.

O professor Tim Hatton, da universidade britânica de Essex, acredita que esse fenômeno – considerado surpreendente por ele – acontece porque foi o período em que houve os maiores ganhos em higiene pública e nutrição.

Durante os períodos de guerra, mais mulheres estavam trabalhando e aumentando a renda dos domicílios. Além disso, o racionamento melhorou a alimentação de algumas famílias.

No sul da Europa, houve forte crescimento da altura média dos homens após a Segunda Guerra Mundial. Segundo Hatton, esta região adotou neste período mudanças sociais que o norte já havia implementado previamente.

"Aumento na estatura das pessoas é um indicador importante de melhorias na saúde das populações."

O professor John Middleton, que trabalha para um órgão britânico de saúde pública, disse que o estudo de Hatton é interessante por sugerir uma relação entre altura média de populações e saúde pública. No entanto, ele ressalta que isso não significa que pessoas de baixa estatura tenham necessariamente problemas de saúde.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.