BBC navigation

Rússia compra máquinas de escrever para evitar espionagem

Atualizado em  12 de julho, 2013 - 08:30 (Brasília) 11:30 GMT
Máquina de escrever - Foto: BBC

Relatórios para o presidente Putin estariam sendo feitos em máquinas de escrever

A agência responsável pela segurança das autoridades do Kremlin, a sede do governo russo, está comprando máquinas de escrever - uma ação que estaria associada a preocupações com vazamentos de informações sigilosas após os casos ligados ao WikiLeaks e às denúncias do ex-técnico da CIA Edward Snowden.

Uma encomenda de 486,540 rublos (cerca de R$ 30 mil) em máquinas de escrever elétricas foi colocada pelo Serviço Federal de Proteção (FSO, na sigla em inglês) no website de compras do Estado russo.

A razão da compra não foi divulgada. Mas uma fonte da agência disse ao jornal russo Izvestiya que o objetivo seria o de evitar vazamentos de computadores.

"Depois dos escândalos com a distribuição de documentos secretos pelo WikiLeaks, do que expôs Edward Snowden e de relatórios do primeiro-ministro Dmitry Medvedev serem espionados durante sua visita à reunião do G20 em Londres (em 2009), foi decidido que seria necessário expandir a prática de criar documentos em papel", disse a fonte.

Padrão próprio

A fonte acrescentou que máquinas de escrever já estavam sendo usadas nos ministérios da Defesa e de Emergência da Rússia para rascunhos e notas secretos e em relatórios preparados para o presidente, Vladimir Putin.

Ao contrário das impressoras, cada máquina de escrever tem o próprio padrão de digitação, o que torna possível vincular cada documento a uma máquina em particular, diz o jornal.

Snowden recentemente vazou milhares de documentos classificados como secretos pela Agência de Segurança Americana.

Acredita-se que ele esteja foragido, vivendo no aeroporto de Moscou.

O WikiLeaks ganhou manchetes mundiais em 2010 com a liberação de centenas de milhares de escutas do Departamento de Estado norte-americano, incluindo arquivos secretos relativos às guerras do Iraque e do Afeganistão.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.