BBC navigation

Francês capta 'corrida aos céus' de prédios de Hong Kong

Atualizado em  14 de maio, 2013 - 05:08 (Brasília) 08:08 GMT

hong kong arranha-céus

  • Em livro de fotos, Romain Jacquet-Lagrèze reúne imagens de arranha-céus de uma das cidades mais verticais do mundo.
    O fotógrafo francês Romain Jacquet-Lagrèze captou as formas geométricas dos arranha-céus de Hong Kong. Na foto, o prédio Central Plaza, de 374 metros de altura, finalizado em agosto de 1995. (Crédito: Romain Jacquet-Lagrèze)
  • Em livro de fotos, Romain Jacquet-Lagrèze reúne imagens de arranha-céus de uma das cidades mais verticais do mundo.
    Em seu livro "Horizontes Verticais", que reúne imagens dos edifícios mais altos de Hong Kong, Lagrèze descreve a arquitetura da cidade como uma "corrida aos céus".
  • Em livro de fotos, Romain Jacquet-Lagrèze reúne imagens de arranha-céus de uma das cidades mais verticais do mundo.
    Lagrèze define sua obra como uma viagem fotográfica à cidade que não cansa de crescer e uma imersão profunda em um ambiente de construção selvagem. Na foto, prédios da área comercial de Wan Chai.
  • Em livro de fotos, Romain Jacquet-Lagrèze reúne imagens de arranha-céus de uma das cidades mais verticais do mundo.
    Com população de 7 milhões de habitantes em uma área de pouco mais de mil km², Hong Kong é uma das cidades mais povoadas do mundo.
  • O artista gráfico francês chegou a Hong Kong há três anos e ficou fascinado pelas formas geográficas dos arranhas-céus e suas linhas abstratas. Na foto, o prédio Chuoi Hung.
  • Em livro de fotos, Romain Jacquet-Lagrèze reúne imagens de arranha-céus de uma das cidades mais verticais do mundo.
    Para o fotógrafo, um fator comum entre todos os arranha-céus de Hong Kong é a sensação de "êxtase e espanto" que eles provocam quando olhamos para cima.
  • Em livro de fotos, Romain Jacquet-Lagrèze reúne imagens de arranha-céus de uma das cidades mais verticais do mundo.
    Antes de iniciar o trabalho, Lagrèze diz ter explorado diferentes distritos da cidade para encontrar edifícios de diferentes formas e alturas.
  • Em livro de fotos, Romain Jacquet-Lagrèze reúne imagens de arranha-céus de uma das cidades mais verticais do mundo.
    Para conseguir o melhor efeito visual, o fotógrafo diz ter captado as imagens antes das 9h ou depois das 17h, quando a luz fica "mais leve". Segundo ele, no meio do dia é quase impossível incluir o céu e os prédios na mesma foto.
  • Em livro de fotos, Romain Jacquet-Lagrèze reúne imagens de arranha-céus de uma das cidades mais verticais do mundo.
    Com mais de 1,2 mil arranha-céus de mais de 100 metros de altura, Hong Kong é uma das cidades mais verticais do mundo.
  • Em livro de fotos, Romain Jacquet-Lagrèze reúne imagens de arranha-céus de uma das cidades mais verticais do mundo.
    Para Lagrèze, o clima tem grande influência em seu processo criativo. Ele diz que um céu azul com nuvens confere mais contraste e detalhes à foto.

Corrida aos céus

O fotógrafo francês Romain Jacquet-Lagrèze captou as formas geométricas coloridas dos arranha-céus de Hong Kong, uma das cidades mais densamente povoadas do mundo.

No seu livro de fotos Horizontes Verticais, o artista gráfico descreve como "corrida aos céus" o estilo arquitetônico dos edifícios da cidade, que tem sete milhões de habitantes.

Lagrèze mudou-se para Hong Kong há três anos e ficou fascinado pela altura dos prédios e os efeitos de "êxtase e espanto" que suas linhas e contornos geométricos provocam quando se olha para cima.

Antes de iniciar seu trabalho, ele explorou vários distritos para encontrar prédios de diferentes formas e estilos. Lagrèze diz que o clima tem grande influência em suas fotos e que capta as imagens antes das 9h ou depois das 17h, quando a luz fica mais leve. No meio do dia, diz ele, o sol impede que o céu e os prédios sejam incluídos na mesma foto.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.