Escolha de novo papa causa surpresa e buzinaço na Argentina

  • 13 março 2013
Papa Francisco
Bergoglio é considerado uma surpresa, devido a sua idade avançada

A eleição do argentino Jorge Bergoglio, arcebispo de Buenos Aires, como o novo papa causou surpresa entre os argentinos.

Houve buzinaços em Buenos Aires assim que as emissoras de televisão locais informaram que o cardeal, de 76 anos, será o novo pontífice, com o nome de Francisco.

Bergoglio era tido como "descartado" devido à sua idade, considerada "avançada para ser papa".

Em seu primeiro discurso como papa, diante de uma praça São Pedro lotada de fiéis, Bergoglio agradeceu seu antecessor, Bento 16, por seu trabalho pela Igreja e pediu que o mundo entre em "um novo caminho de amor e fraternidade".

Ele também pediu que os fiéis rezem por seu papado.

'Austero'

Bergoglio é considerado um homem "austero", e suas homilias tiveram grande repercussão na Argentina nos últimos governos.

Nas homilias ele várias vezes destacou a importância da inclusão social e indiretamente criticou os governos que "não prestavam atenção aos excluídos".

"Surpresa, Bergoglio é papa. Estamos arrepiados", disse o enviado especial da emissora de televisão TN, de Buenos Aires.