BBC navigation

Buscas por sobreviventes no México chegam a fase 'mais perigosa'

Atualizado em  2 de fevereiro, 2013 - 09:44 (Brasília) 11:44 GMT

Player

Operações de resgate prosseguem mesmo diante de riscos de colapso em sede de petrolífera que explodiu matando 33.

Assistirmp4

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Operações de resgate na sede da companhia petrolífera mexicana Pemex entraram em sua etapa final e ''mais perigosa'', segundo o procurador-geral do país, Jesús Murillo Karam.

Ele afirmou que existe o risco de toda a estrutura ruir em uma das 39 áreas afetadas pela explosão que ocorreu na quinta-feira e que matou 33 pessoas e feriu outras 121.

Mas o procurador-geral afirmou que as operações não serão interrompidas, mesmo diante dos riscos e que as equipes de resgate não perderam as esperanças, apesar de o último sobrevivente em meio aos escombros ter sido retirado há várias horas, na sexta-feira à tarde.

''Não iremos parar. As equipes agora estão trabalhando na parte mais perigosa'', afirmou Karam, em entrevista a jornalistas.

Centenas de bombeiros, policiais e soldados com o auxílio de cães farejadosres cavaram por entre os escombros na tentativa de encontrar sobreviventes por quase 24 horas ininterruptas, com o auxílio de holofotes e de guindastes.

A causa do acidente ainda não foi apontada e autoridades mexicanas disseram não descartar quaisquer hipóteses sobre o que teria causado a explosão, que é a mais grave a atingir o México em 30 anos.

Luto oficial

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, declarou um luto oficial de três dias em todo o país. O procurador-geral Murillo Karam enfatizou que as investigações sobre as causas da tragédia serão transparenes.

Murillo Karam disse que o governo está empenhado em desecobrir as causas da tragédia, se foi ''um acidente, imprudência, um ataque, ou o que seja. Queremos investigar todas as hipóteses''.

O procurador-geral mexicano afirmou que apesar de a última pessoa retirada dos escombros ter sido resgatada na sexta-feira à tarde, as operações de resgate seguiriam neste sábado.

A sede da Pemex é um edifício de 214 metros e 54 andares. A explosão ocorreu nos andares inferiores do prédio, em um horário movimentado, de troca de turnos.

A Pemex foi criada em 1938, quando a indústria petrolífera do país foi nacionalizada. Ela emprega cerca de 150 mil pessoas e responde por cerca de 37% do faturamento do governo mexicano.

Ela já se viu envolvida em um dos grandes escândalos polítocs do México, conhecido como 'Pemexgate', quando dinheiro do sindicato ligado à Pemex foi desviado para a campanha do então partido governista, o Partido Revolucionário Institucional (PRI), fazendo com que a legenda fosse multada em US$ 90 milhões (cerca de R$ 179 milhões), em 2003.

A Pemex também foi responsável por um dos piores vazamentos de petróleo na história, no Golfo do México, em 1979.

A petrolífera se viu envolvida em uma série de acidentes fatais nos últimos anos.

Em setembro do ano passado, 30 pessoas morreram na explosão de uma usina de gás da Pemex, no norte do México.

A empresa afirmou que mesmo após o acidente desta quinta-feira, suas operações prosseguirão normalmente.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.