BBC navigation

Autoridades da África do Sul tentam recapturar 10 mil crocodilos

Atualizado em  25 de janeiro, 2013 - 22:23 (Brasília) 00:23 GMT
Crocodilos recapturados na África do Sul (foto: AP)

Crocodilos recapturados são levados de volta para fazenda na África do Sul

A polícia da África do Sul fez um apelo aos moradores para que eles ajudassem a recapturar mais de 10 mil crocodilos que escaparam de um criadouro.

Os animais escaparam da fazenda, próximo ao Rio Limpopo (no norte do país), após fortes chuvas castigarem a região e provocarem enchentes.

Zane Langman, o porta-voz da fazenda, disse que muitos animais já foram recapturados.

Acredita-se que cerca de 2000 animais tenham sido encontrados, enquanto outros 10 mil ainda estejam soltos por áreas perto do rio Limpopo, o segundo maior da África.

Segundo Lagman, foi preciso abrir os portões dos criadouros ou, por causa da enchente, os animais seriam esmagados.

A polícia local disse que até o momento não foram registrados ataques de crocodilos. Mas os moradores já receberam alertas para não tentarem capturá-los sozinhos.

Vídeos do local mostram pessoas tentando prender crocodilos de até dois metros.

Os esforços para capturar os crocodilos, que escaparam há cinco dias, acontecem principalmente à noite, quando fica mais fácil ver seus olhos vermelhos.

"À noite é mais fácil de encontrá-los. Mas eles são bem ativos, então é preciso pular em cima deles para prendê-los", diz Langman.

Os crocodilos da fazenda em questão são criados em cativeiros especialmente para a venda de sua pele, que é exportada para a Europa e para partes da Ásia para a produção de bolsas, sapatos e casacos.

O local também recebe turistas interessados em ver os crocodilos de perto.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.