BBC navigation

Fotógrafo flagra baleias jubarte se alimentando na Noruega

Atualizado em  12 de dezembro, 2012 - 06:46 (Brasília) 08:46 GMT
  • Foto: Espen Bergersen
    Baleias jubarte foram para a costa na região norte da Noruega para se alimentar. Centenas delas foram vistas pela primeira vez perto de Tromso, em 2010, mas o número tem aumentado, segundo o fotógrafo Espen Bergersen, que clicou os mamíferos marinhos.
  • Foto: Espen Bergersen
    'Os sons da respiração das baleias pelos fiordes pode ser intenso. Você pode até sentir o cheiro delas. Cheira a peixe podre', contou Bergersen.
  • Foto: Espen Bergersen
    As baleias caçam formando um círculo em volta de um grupo de peixes e mergulhando em seguida. 'Você não tem ideia de onde (as baleias) estão antes de ver centenas de arenques assustados pulando fora da água, seguidos das baleias jubarte com as bocas abertas', disse o fotógrafo.
  • Foto: Espen Bergersen
    'Se você estiver no lugar certo, pode ver os arenques pulando e alimentando as baleias a apenas dez metros da terra', afirmou Bergersen, que fez esta foto da praia.
  • Foto: Espen Bergersen
    As baleias orca e aves marinhas também se juntam à caçada. A área de caça das baleias pode ter mudado nos últimos anos, pois grandes concentrações de arenque, alimento importante destes animais, se movem pelos fiordes.
  • Foto: Espen Bergersen
    Cerca de mil baleias jubarte se alimentam nos Mares da Noruega e de Barents durante o verão do Hemisfério Norte, antes de iniciar a imigração para a procriação no Oceano Atlântico.
  • Foto: Espen Bergersen
    Fazer as fotos das baleias pode ser complicado. Segundo Bergersen, apesar do tamanho, elas são imprevisíveis. 'Você nunca sabe quando elas vão para a superfície'.

Baleias na costa

Números cada vez maiores de baleias jubarte se reúnem todos os anos perto da costa da Noruega para se alimentar.

Os primeiros destes mamíferos marinhos foram vistos perto de Tromso em 2010 e os grupos estão aumentando, segundo o fotógrafo de natureza Espen Bergersen, que conseguiu fotografar as baleias.

"Os sons da respiração das baleias jubarte nos fiordes podem ser intensos. Você pode até sentir o cheiro delas. Elas têm cheiro de peixe podre", conta o fotógrafo.

Geralmente as baleias são vistas se alimentando nas águas próximas da costa, mas é incomum observar grupos grandes tão perto dos fiordes.

Mesmo estando relativamente perto delas, não é fácil capturar imagens das baleias. Segundo Bergersen, apesar do tamanho, os mamíferos marinhos são imprevisíveis.

"Você nunca sabe quando eles irão para a superfície", afirmou. E o frio das noites do norte da Noruega, já na região polar, pode ser um "desafio para o equipamento fotográfico".

As fotos de Bergersen podem ser vistas no site do fotógrafo: www.naturgalleriet.no

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.