BBC navigation

Calendário seleciona melhores 'fotógrafos do clima' da Austrália

Atualizado em  9 de novembro, 2012 - 10:33 (Brasília) 12:33 GMT

Clima e beleza

  • Foto: Matthew Titmanis/Escritório de Meteorologia da Austrália
    Para o mês de janeiro, o calendário do Escritório de Meteorologia da Austrália escolheu a foto do professor de ciência Matthew Titmanis, feita no dia 26 de janeiro, Dia da Austrália, na cidade de Perth. A imagem combina raios e fogos de artifício.
  • Foto: Fabio Bonicelli/Escritório de Meteorologia da Austrália
    Fabio Bonicelli, supervisor em Melbourne, estava indo para casa depois do Natal de 2011 quando flagrou esta tempestade, umas das que, na época, causaram enchentes na região. A foto foi a eleita para o mês de fevereiro.
  • Foto: Keith Day/Escritório de Meteorologia da Austrália
    Para o mês de março a foto selecionada foi esta feita por Keith Day, no Estado australiano de Victoria, registrando as cores e camadas de nuvens em fevereiro de 2007.
  • Foto: Helen Simpson/Escritório de Meteorologia da Austrália
    A fotógrafa Helen Simpson é especialista em imagens ligadas ao clima e sempre consulta a previsão para fazer suas fotos. Acima, ela flagrou esta nuvem em Burra, no Sul da Austrália, que foi a selecionada para abril.
  • Foto: Meredith Banhidi/Escritório de Meteorologia da Austrália
    Para o mês de maio a foto escolhida foi a de Meredith Banhidi, que registrou o momento em que este barco cruza a névoa em Port Phillip Bay, Victoria.
  • Foto: John Allen/Escritório de Meteorologia da Austrália
    John Allen, estudante da Universidade de Melbourne, fez esta foto em um dia gelado em Marong, Victoria. Ele se deitou no chão forrado de gelo, depois de uma chuva leve de granizo. E a foto foi a escolhida para junho.
  • Foto: Bruce Cooper/Escritório de Meteorologia da Austrália
    Para o mês de julho, a foto escolhida foi a de Bruce Cooper, mostrando uma gigantesca muralha de nuvens em Era Beach, ao sul de Sydney.
  • Foto: Grant Dixon/Escritório de Meteorologia da Austrália
    Grant Dixon, fotógrafo com 30 anos de experiência, fez esta imagem no Parque Nacional Sudoeste, na Tasmania, um fenômeno conhecido como arco de névoa, que foi selecionada para o mês de agosto.
  • Foto: Peter MacDonald/Escritório de Meteorologia da Austrália
    Esta grande muralha de poeira é o registro de quando uma tempestade avançou sobre o Santuário de Arkaroola, Sul da Austrália. O fotógrafo Peter MacDonald é especialista quando o assunto é o deserto do Sul da Austrália. A foto acima foi a escolhida para o mês de setembro.
  • Foto: Ann Van Breemen/Escritório de Meteorologia da Austrália
    Ann van Breemen trabalhava no computador, no 33º andar de um prédio de Gold Coast, em Queensland, quando olhou pela janela e viu esta tempestade se aproximando. A foto foi a escolhida para o mês de outubro.
  • Foto: Steve Strike/Escritório de Meteorologia da Austrália
    No mês de novembro a imagem selecionada foi a de Steve Strike, fotógrafo especialista em paisagens e entusiasta de fotos aéreas. Ele flagrou o momento em que as nuvens passavam pelas dunas paralelas do deserto Simpson, região central da Austrália.
  • Foto: James Collier/Escritório de Meteorologia da Austrália
    James Collier, fotógrafo amador, conseguiu esta imagem de um raio iluminando as nuvens e o mar em Corio Bay, Victoria, que foi a eleita para o mês de dezembro.

Clima e beleza

O Escritório de Meteorologia da Austrália realiza todos os anos uma competição fotográfica.

As imagens vencedoras são divulgadas no calendário da instituição, junto com as histórias de como os fotógrafos conseguiram flagrar imagens como raios próximos de fogos de artíficio, tempestades e belas formações de nuvens.

Outras imagens mostram dias ensolarados ou barcos vencendo a névoa.

O calendário do Escritório de Meteorologia da Austrália é publicado desde 1985 e, a cada ano, cerca de 50 mil cópias são vendidas.


BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.