cronologia dos fatos
Obama é reeleito presidente dos EUA

Atualizado em  7 de novembro, 2012 - 12:24 (Brasília) 14:24 GMT
Para ver as últimas atualizações, recarregue a página ou habilite o javascript
  1. Leia a cronologia das eleições presidenciais dos Estados Unidos, como foram reportadas ao vivo pela BBC Brasil.

  2. As urnas foram abertas à meia-noite (horário local) em duas pequenas cidades do Estado de New Hampshire.

    Em uma prévia da disputa acirrada prevista para o resto do país, em Dixville Notch, tanto o presidente Obama quanto o republicano Mitt Romney levaram cinco votos cada um - no primeiro empate da história do vilarejo.

    Em Hart's Location, Obama teve 23 votos e Romney, nove. O candidato libertário Gary Johnson recebeu um voto.

  3. Apesar de a eleição ter começado nesta terça-feira, cerca de 30 milhões de pessoas já registraram seu voto por correio, entre elas, o presidente Barack Obama.

  4. Obama passará o dia em Chicago, onde participará de sua festa de vitória – ou fará o seu discurso de derrota. Ainda que vença, o clima desta vez será bem diferente do que marcou sua primeira vitória, como mostra nosso enviado especial Pablo Uchoa.

  5. Uma curiosidade. Mitt Romney é amigo pessoal do premiê israelense, Binyamin Netanyahu, há mais de 30 anos.

    Os dois se conheceram quando trabalhavam para uma consultoria nos EUA. Este é um detalhe da reportagem de nossa repórter em Tel Aviv, Guila Flint, sobre o impacto das eleições em Israel.

  6. A votação já começou nos estados de Louisiana, Maine, Virginia do Oeste, Carolina do Norte, Connecticut, Indiana, Nova York e Nova Jersey; e nos decisivos Ohio, New Hampshire e Virginia.

  7. 02:29

    Protesto antiaborto interrompe comício de Barack Obama

    Manifestante foi escoltado para fora do local pela polícia do Estado de Ohio.
  8. O diário americano The New York Times publicou um estudo realizado a partir de diversas pesquisas de diferentes institutos que afirma que o presidente Barack Obama tem 91,6% de chance de vencer a eleição.

  9. Com o apoio de um software desenvolvido pela universidade britânica London School of Economics, a BBC realizou uma pesquisa das pesquisas de opinião.

    O programa agrega resultados de vários institutos, entre eles Gallup, Pew, ABC News e Reuters/Ipsos.

    O estudo afirma que Obama começa o dia das eleições com uma ligeira vantagem sobre Mitt Romney.

    O levantamento mais recente, realizado em 4 de novembro, estima que o presidente americano deve se reeleger com cerca de 50% dos votos, enquanto Romney ficaria com 47%.

    Segundo analistas, esta será a corrida presidencial mais disputada em décadas, mesmo com Obama tendo sido apontado como ligeiro favorito durante todo o ano.

    Romney só o ultrapassou nas pesquisas de opinião em três oportunidades: quando ganhou as primárias do Partido Republicano, em maio, quando foi confirmado oficialmente como candidato, em agosto; e finalmente, depois do primeiro debate presidencial, em outubro.

  10. Você sabia que para faturar o total arrecadado pela campanha presidencial americana deste ano, a atriz e cantora Jennifer Lopez teria que trabalhar quase 18 anos? Veja esta e outras curiosidades no infográfico comparativo da BBC Brasil.

  11. O vice-presidente dos EUA, Joe Biden, acaba de votar em Delaware. Ele foi o primeiro candidato a exercer o direito hoje.

    Barack Obama já votou pelo correio há duas semanas, e se transformou no primeiro mandatário a lançar mão do voto adiantado.

    O candidato republicano, Matt Romney, deve ir às urnas em Massachusetts na próxima hora, enquanto o seu vice, Paul Ryan, deve votar nas próximas três horas.

  12. Presidente Mitt Romney e vice Joe Biden. Pelo menos em tese este é um resultado possível para as eleições deste ano. Conheça esta e outras curiosidades na reportagem da BBC Brasil.

  13. As bolsas de valores na Europa operam em ligeira alta. Segundo a agência de notícias Associated Press, os mercados apostam na reeleição de Barack Obama. 

  14. Mais estados americanos abrem as urnas agora: Alabama, Arizona, Iowa, Kansas, Minnesota, Mississippi, partes de Dakota do Norte, Oklahoma, partes de Dakota do Sul, Tennessee, Texas e Wisconsin.

  15. Baixar

    Desde a chegada dos primeiros europeus, os Estados Unidos atravessaram diferentes ondas de imigração – com variações entre os vários grupos étnicos.

    Este vídeo acima traça as origens dos imigrantes americanos no passado, como a população americana se define nos censos oficiais e como os padrões de imigração estão mudando.

    Mostra também como muda a estrutura étnica da população. Com a entrada de diversos estrangeiros no país, o conjunto das minorias se torna preponderante e ultrapassa o número de americanos brancos de origem europeia.

  16. Vladimir Hernández, correspondente da BBC Mundo em Buenos Aires, informa que as eleições americanas estão nas manchetes dos principais jornais argentinos.

    O jornal 'Página 12', de centro-esquerda, diz: 'Obama ou Romney, EUA decidem, o mundo sofre'.

    O 'Clarin', de centro-direita, traz na manchete: 'EUA elegem hoje entre Obama e Romney, uma votação de alcance mundial'.

    Não houve comentários ainda por parte de integrantes do governo argentino.

  17. O candidato republicano Mitt Romney está sendo aguardado para depositar o seu voto a qualquer momento em Belmont, Massachussetts.

  18. Romney acaba de votar em Belmont, Massachusetts. Ele partirá em seguida para os dois locais finais de sua campanha. Ao deixar a seção eleitoral a caminho de Ohio, ele afirmou: "Tenho uma boa sensação sobre Ohio". O Estado pode ser o fiel da balança nestas eleições.

  19. De Washington, a repórter da BBC Brasil Ligia Hougland informa:

    Ex-prefeito republicano de Nova York, Rudy Giuliani, acusou de lenta e ineficiente a atuação da agência do governo federal (FEMA), depois da super-tempestade Sandy.

    "Tão ruim quanto no caso do Katrina, em Nova Orleans", afirmou Giuliani.

    Barack Obama subiu nas pesquisas de intenção de voto devido à sua imediata atenção às vítimas da Sandy.

    Mitt Romney, durante sua campanha, disse que os Estados, e não o governo federal, devem ser responsáveis pela resposta a desastres naturais.

  20. O Partido Republicano na Filadélfia disse que seus inspetores estão sendo retirados de locais de votação, enquanto integrantes do grupo ativista negro Panteras Negras estariam presentes e teriam, segundo os republicanos, a intenção de "intimidar eleitores".

  21. Paul Ryan, candidato a vice-presidente na chapa de Mitt Romney, votou em Janesville, Wisconsin, cidade onde nasceu.

     

  22. O analista político Jeffrey Winters, da universidade do Noroeste, em Chicago, afirmou ao repórter Mohammed Susilo, da BBC Indonésia, que um dos pontos de atrito entre China e Estados Unidos é a economia.

    "A China vende muitos produtos aos Estados Unidos e uma das queixas dos republicanos, de Romney e da comunidade de comerciantes é que a China manipula o câmbio de sua moeda para vender barato. Romney faz muito barulho por isso, mas acho que é uma cortina de fumaça: a realidade é que se ganhar, terá que negociar com a China sem conflitos".

  23. Acaba de ser rompida a barreira das 13h (BSB), o que significa que o restante dos "48 estados mais baixos" dos EUA abriram suas votações - Califórnia, Idaho, Nevada, Oregon e o resto de Vermont.

     

  24. A repórter da BBC Brasil Lígia Hougland enviou esta foto do Estado de Virgínia.

    Filas de duas horas para votar em Fairfax, subúrbio de mais alta população e mais rico da Virgínia.

    Democratas e Republicanos montam estantes para oferecer café e lanches aos eleitores.

  25. Ao contrário de seu adversário, que ainda está fazendo campanha hoje, o presidente Obama vai descansar a voz e jogar basquete com membros de sua equipe e amigos. É uma tradição-superstição de dia de eleição.

     

  26. "A maioria dos eleitores democratas com que falamos em Chicago diz que não há o mesmo entusiasmo este ano se comparado a quatro anos, mas dizem que ainda acreditam fortemente no ato de votar".

     

  27. "A manhã começou fria, com temperaturas próximas de zero na região de Boston. Em Allston, cidade que abriga parte da numerosa comunidade brasileira, imigrantes discutiam as eleições em uma padaria, entre goles de café e pães de queijo. Todos torciam pela vitória de Obama e diziam temer as políticas de imigração de Romney".

  28. As urnas estão abertas em quase todas as partes dos EUA. O Alasca está abrindo agora seus locais de votação, o que deixa apenas de fora o Havaí - onde as urnas abrirão às 15h (BSB).

     

  29. Para quem tem curiosidade sobre a aparência das cédulas eleitorais americanas, aqui vai uma foto do documento de Nova York.

    Pode-se perceber que as opções aparecem em diferentes idiomas e até alfabetos.

    No entanto, cada Estado tem seu próprio estilo nas cédulas, não há um padrão para todos os Estados Unidos.

  30. O centro de imprensa BBC Monitoring, que acompanha a mídia internacional, afirma que um dos poucos países em que se não registra cobertura das eleições dos Estados Unidos é Eritreia.

    A explicação para o fenômeno podem ser as relações tensas com os EUA - desde o conflito entre Eritreia e Etiópia, por questões de fronteira, entre 1998-2000.

    Na ocasião, os americanos foram acusados de apoiar a Etiópia.

    A mídia da Eritreia é controlada pelo Estado.

  31.  

    Da base de sua campanha, Barack Obama está dando telefonemas para voluntários: "Alô, Karen, quem fala é Barack Obama. Não, sou eu mesmo... Obrigado por seu trabalho duro."

  32. "No Arizona, os níveis de interesse entre hispânicos são muito maiores do que a média nacional - 60% dizem estar mais entusiasmados do que em 2008, enquanto a média nacional é de 34%, de acordo com uma pesquisa pré-eleitoral realizada pelo instituto Latino Decisions".

  33. O candidato republicano, Mitt Romney, acaba de chegar a Ohio, considerado um dos Estados-chave para as eleições deste ano.

    Esta será a última parada da campanha de Romney no Estado.

    Logo mais, ele segue para a Pennsylvania.

  34. O historiador Douglas Brinkley afirmou à rede de TV americana CNN que, desde a acirrada eleição de 2000, houve esforços "miraculosos" para aumentar o comparecimento às urnas nos EUA.

    O resultado é que ele vem subindo paulatinamente, passando de 51%, em 1996, a 63%, em 2008.

    Mas ainda é cedo para dizer como 2012 se encaixará neste quadro.

  35. Nos Estados Unidos, seções eleitorais podem ser encontradas em praticamente qualquer local do país.

    Nesta terça-feira, lojas de carros usados e até esta lavanderia foram transformados em pontos de votação.

  36. Veja imagens da visita surpresa do presidente Obama ao escritório democrata em Chicago, onde ele parabenizou Mitt Romney por sua "campanha vigorosa".

  37. Em imagens, retratos da vida de Obama e Romney

    Fotos mostram trajetórias dos dois candidatos à Presidência dos EUA.
  38. "Questões sociais e o estado da economia dos EUA são os principais assuntos que preocupam os eleitores em Cleveland. Mas isso não significa que eles estejam ignorando totalmente a política externa. Quando me veem fazendo reportagens em farsi para o serviço de notícias iraniano da BBC, começam a perguntar como os iranianos veem as eleições americanas. Uma pergunta feita por vários eleitores "De quem eles (os iranianos) gostam mais, Obama ou Romney?"

     

  39. Enquanto os americanos vão às urnas, judeus hassídicos em Israel rezam pela vitória de Mitt Romney. Rabinos e alunos da escola Yeshivat Hatzot, localizada em Jerusalém, fizerem nesta terça-feira preces especiais pedindo que os eleitores americanos votassem no candidato republicano.

  40. Para atualizar sobre o que o candidato republicano esteve fazendo durante o dia: Romney votou em Massachusetts e então voou para Ohio, onde ele e Paul Ryan - seu companheiro de chapa - fizeram uma parada surpresa em uma loja da cadeia de fast-food Wendy's. Os candidatos fazem agora os últimos pedidos por voto no estado. Em seguida, a Pensilvânia.

     

  41. Paul Ryan e Mitt Romney no quartel-general republicano em Richmond Heights, Ohio: esforço final de campanha.

  42. O comparecimento às urnas é grande nas áreas de Nova Jersey e Nova York afetadas pela supertempestade Sandy, na semana passada.

  43. O candidato republicano, Mitt Romney, chegou há pouco a Pittsburgh, no Estado da Pensilvânia, sua última parada do dia.

    Depois, ele segue para Boston, onde vai aguardar os resultado.

    Romney também passou por Ohio, ao lado de seu candidato a vice, Paul Ryan. O vice democrata, Joe Biden, também estava no Estado.

    Barack Obama visitou um escritório de sua campanha em Chicago e vai esperar o resultado da votação no centro de convenções da cidade.

  44. Brasileiros torcem por reforma na imigração para o próximo governo

    Em Massachusetts, brasileiros ouvidos pela BBC apoiam Obama apesar de ressalvas a seu governo.
  45. Medidas especiais foram adotadas para facilitar a votação em grandes áreas da costa leste dos Estados Unidos que ainda sofrem com o impacto da passagem da tempestade Sandy na semana passada.

    A maioria dos postos de votação em Nova York está funcionando normalmente, mas alguns tiveram de ser montados em tendas. Graças a normas de emergência, eleitores estão sendo autorizados a votar no local aonde conseguem chegar, e ônibus especiais são oferecidos para transportá-los.

    No Estado de Nova Jersey, que também foi duramente atingido pela tempestade, votos por email e fax estão sendo aceitos.

  46. O jornal Richmond Times-Dispatch informa que mesários na Virgínia estavam perguntando aos eleitores qual sua filiação partidária.

    Os funcionários estariam, por confusão, seguindo o procedimento adotado para eleições primárias, e não para a votação geral.

  47. O repórter da BBC Jamie Coomarasamy está no condado de Racine, no Estado de Wisconsin, e conta que, por lá, os eleitores de primeira viagem estão sendo saudados com aplausos ao votar.

  48. Esta foi a mais cara campanha presidencial nos EUA, ultrapassando a marca de US$ 2 bilhões em fundos arrecadados. Somente os grupos independentes de arrecadação, chamados de Super PACs, gastaram US$ 416 milhões nos conservadores e US$ 205,4 milhões nos liberais, segundo levantamento do centro de pesquisas Center for Responsive Politics.

  49. O jornal Detroit News relata que um homem caiu supostamente morto ao votar no Estado de Michigan, para logo em seguida "ressuscitar". "Ele não tinha pulso e não estava respirando. Tentei reanimá-lo e, após alguns minutos, ele acordou", contou a mulher.

    Segundo ela, a primeira pergunta que o homem fez ao acordar foi: "Eu votei?"

  50. Segundo o jornal Miami Herald, o cantor Bob Dylan interrompeu um show na noite de segunda-feira para prever o resultado das eleições e dizer que Barack Obama vai ser reeleito com ampla vantagem.

    "Não acreditam na imprensa. Eu acho que ele vai ganhar com ampla vantagem", disse o cantor, ao interromper a interpretação da música "Blowin' in the Wind" em uma apresentação no Estado de Wisconsin.

  51. A votação deve terminar em alguns minutos em Estados como Virgínia e Flórida, ambos considerados decisivos na eleição.

  52. Ambos os candidatos esperam ansiosos pelo fechamento das urnas em Virgínia, nos próximos minutos.

    Romney espera ter obtido o apoio dos conservadores das áreas rurais no sul do Estado, no vale do Shenandoah e na zona de mineração de carvão no oeste.

    Obama vê possibilidade de vitória na área de Norfolk e ao redor de Richmond, locais com grandes comunidades afro-americanas.

    Segundo analistas, caso Romney perca os 13 votos no colégio eleitoral em jogo no Estado, sua possibilidade de vitória pode ser reduzida.

  53. O editor da BBC Mark Mardell diz que Barack Obama já obteve uma vitória importante neste dia de eleição: em um jogo de basquete, que ele venceu por 20 pontos. Segundo Mardell, Obama deve esperar que seja um bom presságio.

  54. As projeções da rede de TV americana CNN mostram um empate entre Obama e Romney – cada um com 49% –, no Estado de Virginia, o que indica que esta pode ser uma longa noite...

  55. Projeções indicam resultados em três Estados

    As primeiras projeções sobre a corrida eleitoral à presidência americana nos Estados acabaram de ser divulgadas. Como esperado, os números indicam que Romney venceu nos Estados de Kentucky (oito votos no colégio eleitoral) e Indiana (11 votos), enquanto Obama ganhou os três votos de Vermont, na costa leste americana.

  56. De porta em porta, grupos tentam 'acordar' eleitores para voto nos EUA

    Ativistas fazem campanha para levar eleitores negros e latinos às urnas em Chicago.
  57. virginia

    Apesar de a votação já ter sido oficialmente encerrada em Virgínia, ainda há longas filas em algumas áreas do Estado. Pela lei eleitoral americana, as pessoas que já estavam na fila às 19h (22h no Brasil), hora do fechamento das urnas, ainda podem votar.

  58. Eleitores de Estados como Flórida, Geórgia, Michigan, Texas e outros, foram alertados para não postar fotos de suas cédulas de votação em sites de redes sociais, como Twitter ou Facebook. A prática é proibida. Uma busca rápida pela hashtag #ballot no Twitter indica, entretanto, que muitos usuários não estão seguindo à recomendação.

     

  59. Muitos dos primeiros Estados americanos que já terminaram a votação são aqueles considerados bastiões dos republicanos, ou onde a disputa é tão acirrada que o vencedor ainda não é conhecido, como na Virgínia. Como resultado, é possível que Obama assista a Romney subir no placar pelas próximas horas.

  60. Mitt Romney venceu no Estado da Virginia Ocidental, um bastião republicano desde 2008. Ele recebe mais cinco votos no colégio eleitoral.

  61. Mitt Romney ganha mais nove votos no Estado da Carolina do Sul, chegando a 33 pontos no colégio eleitoral e abrindo larga vantagem em relação ao atual presidente dos Estados Unidos e candidato à reeleição, Barack Obama. 

  62. No colégio eleitoral, Obama possui até agora três votos (referentes ao Estado americano de Vermont), enquanto Romney segue com 33 (Indiana, Kentucky, Carolina do Sul e Virgínia Ocidental).

  63. Em Ohio, um dos mais importantes Estados-pêndulo, com 18 votos, o eleitor Andrew Gordon-Seifert disse à BBC: "Foi uma sensação estranha esperar na fila por duas horas e pensar que eu tinha o destino dos EUA nas minhas mãos".

  64. Novos resultados: Números projetam vitória de Obama em Maryland, Maine, Distrito de Colúmbia, Illinóis, Massachusetts, Delaware e Rhode Island. Romney, por sua vez, venceu em Oklahoma.

    Ao ganhar de uma vez só vez em sete Estados americanos, Obama cresceu 53 pontos, chegando a 56 votos no colégio eleitoral e ultrapassando, pela primeira vez, Romney, que possui 40.

     

     

  65. Votação é encerrada nos Estados americanos de Alabama, Connecticut, Florida, Mississippi, Missouri, New Hampshire, Nova Jersey, Pennsylvania, Rhode Island e Tennessee.

  66. Segundo projeções, Obama deve vencer em Connecticut e levar sete votos no colégio eleitoral.

  67. Mais resultados: Romney venceu na Geórgia (16 votos) e Alabama (9 votos), somando 25 pontos, enquanto Obama ganhou em Nova Jersey e adicionou 14 votos no colégio eleitoral.

  68. Um dos bastiões dos republicanos, o Estado americano do Tennessee acabou de dar vitória a Romney, apontam as pesquisas de boca de urna. O ex-governador do Massachusetts soma, agora, 76 votos no colégio eleitoral, contra 78 de Obama.

  69. Dado interessante: Se o republicano Mitt Romney vencer as eleições presidenciais americanas depois de perder em Massachusetts, será a primeira vez desde 1916 que um presidente conquistará a Casa Branca sem ter ganhado em seu estado natal. Na última vez que isso aconteceu, Woodrow Wilson (1856 - 1924) perdeu em Nova Jersey, onde havia feito sua carreira política.

     

     

  70. Romnney vence no Mississipi (6 votos) e ultrapassa Obama. O republicano possui, agora, 82 votos no colégio eleitoral contra 78 do democrata.

  71. Mais resultados: Obama vence em Michigan e Nova York. Já Romney ganhou no Kansas, Texas, Louisiana, Dakota do Norte, Dakota do Sul e quatro dos cinco votos de Nebraska. Momentos antes, Romney também venceu no Arkansas. O placar agora está 123 para o democrata e 153 para o republicano.

  72. Nebraska e Maine são os únicos dois Estados americanos onde os votos dos delegados do colégio eleitoral são divididos proporcionalmente, de acordo com a votação popular. Nos outros 48 Estados americanos, os candidatos ganham integralmente os votos dos delegados.

  73. Partidários de Romney (foto: Getty Images) Partidários de Mitt Romney se reúnem em Boston para torcer pela vitória de seu candidato. Segundo novas projeções, o Partido Republicano deve obter maioria na Câmara dos Representantes.

  74. Obama vence na Pensilvânia e ganha 20 votos, aproximando-se de Romney na contagem do colégio eleitoral. O placar: Obama (143) x Romney (153).

  75. Embora o Estado da Pensilvânia tenha votado em candidatos do Partido Democrata desde a eleição presidencial de 1992, a disputa foi bastante acirrada em 2000 e em 2004.

    A vitória de Obama, entretanto, surpreendeu os republicanos, que esperavam ganhar o Estado depois de terem vencido as eleições para o governo e para o Senado em 2010.

  76. Mais resultados: Obama vence em New Hampshire (quatro votos) e Minnesota (dez votos). Com as duas vitórias atribuídas ao democrata, o placar é: Obama (157) x Romney (153).

  77. Congresso americano: os senadores democratas Sherrod Brown, de Ohio, e Bob Casey, da Pennsylvania foram reeleitos para novos mandatos. Os eleitores americanos devem renovar um terço do Senado neste pleito. As esperanças republicanas de reaver maioria na casa parecem cada vez mais distantes, segundo analistas.

  78. Mais resultados: Romney vence nos Estados americanos de Montana (três votos) e de Utah (seis votos), ultrapassando Obama. O placar: Romney (162) x Obama (157).

  79. Em paralelo às eleições presidenciais, os americanos também estão escolhendo seus representantes no Congresso, além de votar em temas como casamento gay e aborto. Segundo apontam as pesquisas, Massachusetts acaba de se tornar o 18º Estado americano a legalizar o uso medicinal da maconha.

     

  80. Edifício Empire State, em Nova York (foto: Getty Images)

    O edifício Empire State, um dos cartões postais de Nova York, está projetando com luzes em refletidas em sua estrutura um termômetro que indica o resultado da apuração dos votos da eleição presidencial. A luz vermelha indica os votos de Mitt Romney e a azul o resultado de Barack Obama.

  81. Resumo da apuração: até agora Romney está na frente na disputa do colégio eleitoral. Ele tem 163 votos contra 157 de Obama. Ao menos 34 dos 51 Estados já divulgaram resultados. A contagem continua nos Estados decisivos da Flórida, Virginia e Ohio.

  82. Mais resultados: Obama ganha em Wisconsin e no Novo México, somando 15 votos. O placar: Obama (172) x Romney (163).

  83. Após a vitória de Obama no Estado pêndulo de Wisconsin, Mitt Romney só tem nove maneiras de ganhar a presidência. Para isso, entretanto, o republicano precisa levar a Flórida. Caso perca ali, Obama é reeleito.

     

  84. A vitória de Obama no Novo México não é uma grande surpresa. O eleitorado latino, muito forte no Estado, já o havia apoiado 2008 e repetiu o voto neste ano. Segundo analistas, isso acontece porque o presidente protagonizou em junho a aprovação de uma legislação que protege filhos de imigrantes ilegais.

  85. Apesar de estar à frente de Romney no colégio eleitoral, com 172 votos, Obama está perdendo na votação popular.

    Até agora, o democrata tem cerca de 1,5 milhão de votos a menos do que o do republicano nas urnas.

     

     

  86. Mais resultados: Romney vence no Arizona e ultrapassa Obama na corrida à Casa Branca. O placar: Obama (173) x Romney (174).

  87. Mais resultados: Como esperado, Obama vence na Califórnia, Havaí e Washington, enquanto Romney ganha em Idaho. O placar: Obama (244) x Romney (178).

     

  88. Com 244 votos no colégio eleitoral, Obama está um passo da vitória. Caso o democrata vença na Flórida (29 votos), onde lidera por uma margem apertada de votos sobre Romney, ele será reeleito e governará os Estados Unidos pelos próximos quatro anos.

  89. Mais resultados: Romney vence no Missouri e conquista dez votos. O placar: Obama (244) x Romney (188).

  90. Mais resultados: Romney vence na Carolina do Norte e soma mais 15 votos no colégio eleitoral. O placar: Obama (244) x Romney (203). Nas últimas eleições, em 2008, a Carolina do Norte deu vitória ao candidato democrata.

  91. Mais resultados: Obama vence em Oregon e soma 251 votos, aproximando-se da reeleição. O placar: Obama (251) x Romney (203).

  92. Mais resultados: Obama vence em Iowa e soma 257 votos no colégio eleitoral. A reeleição está próxima. O placar: Obama (257) x Romney (203).

  93. Ohio garante reeleição de Obama, apontam projeções

    Obama vence o crítico Estado pêndulo de Ohio e soma 275 votos no colégio eleitoral. O democrata derrota o republicano Mitt Romney e é reeleito presidente dos Estados Unidos pelos próximos quatro anos, apontam as projeções.

     

  94. Ohio, que decidiu a disputa, foi um prêmio simbólico dessa eleição, uma vez que nenhum republicano conquistou a Casa Branca sem vencer neste Estado americano. E, nas últimas 12 eleições à presidência dos EUA, Ohio votou pelo vencedor.

  95. Mais resultados: Obama vence em Nevada e soma 281 votos contra 203 de Romney. Como já ultrapassou os 270 pontos necessários para conquistar a Casa Branca, o presidente americano está reeleito.

  96. Colorado aprova emenda 64, que legaliza uso pessoal e a venda da maconha para fins recreacionais de uma maneira similar à do álcool. As receitas obtidas através dos impostos serão direcionadas para a construção de escolas e para um fundo geral do próprio Estado americano.

  97. Mais resultados: Obama vence no Colorado, um dos Estados considerados decisivos para a disputa. Ele já está reeleito, apontam as pesquisas. O placar: Obama (290) x Romney (203).

  98. Mais resultados: Obama vence no Estado americano da Virgínia, um dos chamados pêndulos, e soma mais 13 votos no colégio eleitoral. O placar: Obama (303) x Romney (203).

  99. Com a vitória de Obama na Virgínia, cresce a expectativa de que Romney fará o discurso de derrota daqui a alguns minutos em Massachusetts.

  100. Romney inicia discurso de derrota.

  101. Em seu discurso de derrota, o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney, disse ter parabenizado o presidente Barack Obama pela vitória. Romney acrescentou que espera que o democrata possa solucionar os problemas do país, pois, segundo ele, a "América atravessa tempos difíceis". "Eu acredito na América. Eu acredito no povo da América", afirmou o candidato derrotado.

  102. Após o discurso de Romney admitindo a derrota, agora todos esperam Barack Obama aparecer em Chicago. Que tom ele adotará?

  103. E a festa já começou no quartel-general de Obama, com centenas de pessoas dançando e balançando pequenas bandeiras. Alguns minutos para que o presidente apareça no palco. Ele está a caminho do evento.

     

  104. Barack Obama acaba de chegar ao QG democrata em Chicago. O discurso deve começar dentro de instantes.

     

  105. Há um clima de alegre expectativa no QG do presidente reeleito. O sistema de som toca Bruce Springsteen e a multidão acena com centenas de bandeiras americanas.

     

  106. Obama acaba de chegar ao palco, acompanhado da mulher e das filhas.

  107. Obama e a família se abraçam ao som de "Signed, sealed, delivered", de Stevie Wonder, para delírio da multidão democrata.

  108. No início de seu discurso de reeleição, o presidente dos EUA, Barack Obama, diz: "Obrigado. Obrigado. Muito obrigado. Hoje à noite mais de 200 anos depois de uma antiga colônia ter ganho o direito de determinar seu próprio destino, o teste de aperfeiçoar nossa união avança. Avança por causa de vocês. Avança porque vocês reafirmaram o espírito que triunfou sobre guerra e depressão, que ergueu esse país do desespero. Somos uma família americana, e cairemos e nos ergueremos juntos".

  109. Obama diz a seus correligionários: "Nós sabemos, nos nossos corações, que o melhor ainda está por vir. Quero agradecer a todos os americanos que participaram dessa eleição. Se votaram pela primeira vez, ou esperaram na fila por muito tempo - aliás, temos que consertar isso - se esperaram na calçada, ou falaram ao telefone, se ergueram um cartaz de Obama ou Romney, sua voz foi ouvida, e vocês fizeram a diferença. Falei com o governador Romney e parabenizei a ele e a Paul Ryan por uma batalha dura".

  110. "Nas semanas seguintes, espero me sentar e conversar com o governador Romney, para ver como podemos trabalhar juntos para fazer esse país avançar", diz Obama, que agradece também a Joe Biden, seu vice-presidente.

  111. Em meio ao discurso, Obama faz uma declaração de amor à mulher, Michelle Obama: "Michelle, nunca a amei mais do que agora".

  112. Obama dedica a parte de seu discurso a agradecimentos, entre eles à sua equipe, dizendo que é "a melhor equipe de todos os tempos".

  113. Aqui está Obama, durante seu discurso de vitória, vestido com um terno preto e uma gravata azul - cor do partido democrata - Obama é constantemente interrompido por aplausos de seus correligionários.

  114. "Não podemos nos esquecer que enquanto falamos, pessoas em muitas nações lutam pelo direito de falar, pelo direito de depositar seus votos nas urnas", diz Obama.

  115. Obama: "A democracia pode ser complicada. Cada um de nós tem suas crenças profundas. Isso não mudará após hoje à noite, e não deveria".

  116. Obama diz: "Não importa se você é branco, ou negro, gay ou heterossexual, você pode fazer acontecer aqui na América".

  117. Obama termina seu discurso, sendo ovacionado pela multidão de correligionários, fazendo um chamado pela união dos americanos, democratas e republicanos.

  118. Momentos após o fim do discurso de vitória de Obama, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, deu parabéns ao presidente reeleito: "A aliança estratégica entre Israel e EUA está mais forte do que nunca. Continuarei a trabalhar com o presidente Obama para garantir os interesses vitais à segurança dos cidadãos de Israel".

     

  119. 02:29

    Multidão comemora reeleição de Obama

    Em Chicago, cidade natal do presidente, clima era de festa, em contraste com desânimo em QG republicano em Boston.
  120. Após um dia de votação nos EUA, Barack Obama garantiu a reeleição com 303 votos no Colégio Eleitoral. Mitt Romney admitiu derrota com 206 votos, muito menos dos 270 que precisava ter conquistado para a eleição.

     

  121. Com votos ainda sendo contados em vários estados, Obama obteve 49,9% do voto popular, mas mantém apenas uma pequena margem de vantagem sobre Romney, que está com 48,6%. Cerca de 110 milhões de votos foram contados até agora, mas, é claro, lembrem-se - o voto popular não significa nada, já que as eleições dos EUA são uma disputa estado a estado.

     

  122. Enquanto isso, no Senado, onde um terço dos assentos está em jogo, os democratas conseguiram manter sua maioria. Eles têm 51 assentos, contra 44 republicanos. Dois independentes ganharam assentos e ainda se esperam os resultados das últimas três disputas - Montana, Dakota do Norte e Nevada.


     

  123. Na Câmara de Representantes, os republicanos manterão o controle, com democratas ganhando apenas duas cadeiras a mais nessas eleições. Isso deixa a situação quase igual à dos últimos dois anos, com um Congresso dividido e um Partido Republicano que se oporá amargamente ao presidente. Alguém vai ceder em Washington?

     

  124. Jornais da Flórida afirmam que não haverá resultado para o estado nas próximas horas. Em parte isso se deve ao atraso causado pelas longas filas, que deixaram zonas eleitorais abertas até depois da meia-noite local.

     

  125. Saiba o que a vitória de Obama significa para o mundo

    Da América Latina à África, passando pela Europa, saiba como o segundo mandato é percebido em diferentes regiões.
  126. Relembrando: várias questões legais foram definidas na noite de terça-feira em referendos. No Maine, em Washington e Maryland, eleitores aprovaram leis pró-união gay, enquanto em Minnesota, uma proibição a casamentos do mesmo sexo foi rejeitada. Essas quatro vitórias foram a primeira vez em que a união gay passou por um teste nas urnas em qualquer estado americano.

  127. A agência de notícias Associated Press afirma que a disputa pelo Senado em Nevada foi ganha pelo candidato republicano Dean Heller, evitando uma perda potencial de mais um assento republicano no Senado. Agora há um ou dois resultados para o Senado sobrando.

     

  128. Referendos aprovam casamento gay e maconha em Estados nos EUA

    Eleitores de Maine e Maryland votaram a favor de união de pessoas do mesmo sexo; Colorado e Washington permitirão uso recreativo da droga.
  129. O jornal francês Le Monde afirma: "A estratégia eleitoral republicana não funcionou. A vitória de Barack Obama, em primeiro lugar, pertence aos estrategistas, que, sob o complexo sistema eleitoral dos EUA, conseguiram angariar votos suficientes no Colégio Eleitoral sem que seu candidato tivesse uma liderança decisiva no voto popular".

  130. Para quem não acompanhou ao vivo na TV, cenas de júbilo entre a multidão de partidários de Obama em Chicago, onde o presidente fez seu discurso de vitória.

  131. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, telefonou a Barack Obama para parabenizá-lo pela vitória.

  132. O Wall Street Journal comenta em editorial que a reeleição de Obama é uma mostra que os eleitores americanos preferem a esperança do que a experiência. 

  133. O editor da BBC para Oriente Médio, Jeremy Bowen, dá uma outra perspectiva internacional sobre a vitória de Obama. Apesar de o presidente americano atribuir a si próprio o fim de guerras, "a turbulência no Oriente Médio significa que a ação militar, talvez até novas guerras, voltarão à sua agenda. O Obama do segundo mandato deve autorizar mais apoio aos rebeldes da Síria, chegando perto de uma intervenção militar americana. Uma decisão ainda maior sobre o Irã é esperada".

     

  134. Segundo a agência de notícias Associated Press diz que todos os votos da Flórida foram computados: 49.8% para Obama e 49.3% para Romney. Mas o resultado oficial do Estado ainda não foi divulgado.

  135. Os que acham que Barack Obama vai evitar uma guerra contra o Irã estão corretos, mas erram os que pensam que a reeleição de Obama representa menos perigo para Teerã do que representaria um governo Romney.

  136. Handelsblatt, jornal alemão de finanças: Não há tempo a perder com comemorações. Agora, o presidente precisa atacar os problemas que ficaram sem ser resolvidos por meses e meses e começar a dizer as verdades que causam desconforto.

  137. 02:29

    Direto dos EUA: Esperançosos, mas divididos

    Correspondente da BBC Brasil diz que mesmo tendo vencido referendo eleitoral, Obama governará país cindido.
  138. O líder espiritual tibetano, em carta, felicitando o presidente Barack Obama pela vitória nas eleições: "Quando você foi eleito em 2008, inspirou o mundo ao assumir a responsabilidade pelos problemas que enfrentamos como cidadãos globais. Desde então, seu enorme empenho tem justificado nossa esperança e confiança em você."

  139. "Embates com Berlim sobre crise na Europa vão continuar com vitória de Obama: O primeiro governo Obama foi extremamente crítico em relação a hesitação da União Europeia em combater a crise. Esta postura não deve mudar no segundo mandato."

  140. Não estou otimista sobre o futuro. Para mim Obama é um defensor do protecionismo comercial e deverá pressionar ainda mais a China sobre temas econômicos e segurança.

  141. A assessoria do presidente do Egito, Mohamed Morsi disse que o governo egípcio espera que o novo governo Obama trabalhe priorizando os interesses do povo dos dois países.

  142. Jonathan Marcus, especialista da BBC em assuntos diplomáticos, afirma: "O lugar da América no sistema internacional é fluido, e há um debate sobre o declínio relativo dos EUA, e sobre o que alguns veem como uma decadente influência americana".

  143. A escritora Maggie Haberman escreve (em inglês) que embora Obama não tenha governado como "presidente da América negra", especialistas subestimaram a influência de eleitores negros nessa votação.

  144. Se você lê em inglês, clique aqui para ler o discurso de vitória de Obama na íntegra.

As propostas paralelas

Atualizado em 7 novembro, 2012
Diversos referendos foram realizados em Estados americanos no mesmo dia em que eleitores foram às urnas para escolher o novo presidente. Ao todo, 38 Estados puderam decidir em 176 referendos sobre temas que variavam desde a liberação da maconha e legaligação do casamento de pessoas do mesmo sexo até a eutanásia.

Os Estados de Maine e Maryland aprovaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Washington e Colorado votaram pela legalização da maconha, como droga recreativa.

Em Massachusetts, um referendo aprovou o uso medicinal da maconha.

O casamento gay já é permitido em seis Estados americanos, mas esta foi a primeira vez que a medida foi aprovada em um referendo, pelo voto popular.

Tanto o Colorado quanto Washington permitirão posse de até 28 gramas de maconha.

No caso do Colorado, o uso da droga em espaços públicos é permitido, mas os cidadãos terão direito de cultivar até seis pés de maconha em casa.

Já em Washington, os eleitores aprovaram um sistema de licenças estatais que serão emitidas a produtores de maconha.

Participe da nossa cobertura

Envie comentários para as nossas páginas no Facebook e no Twitter

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.