Autora de 'Harry Potter' cogita novas versões para livros escritos 'às pressas'

Atualizado em  26 de setembro, 2012 - 06:42 (Brasília) 09:42 GMT

Autora diz que alguns dos títulos foram escritos às pressas

A autora da série de livros protagonizados pelo mago Harry Potter, JK Rowling, afirma que cogitaria fazer novas versões para diferentes livros da série.

Em entrevista à BBC, a autora, que está lançando um novo livro, The Casual Vacancy, conta que teve de ''escrever às pressas um (livro da série Harry Potter) no começo e outro mais para o final'' e acrescentou que alguns destes livros precisavam de mais um ano de gestação.

''Eu os reli e pensei: 'Oh, Deus, talvez eu faça uma versão de diretor, não sei'.''

''Mas tenho orgulho de ter escrito nas condições em que escrevi, ninguém jamais saberá o quanto foi duro.''

A autora acrescentou, no entanto, que não cogita criar um novo título da série. ''Foi como um assassinato dizer adeus (a Harry Potter). No que diz respeito a Harry, já deu para mim. Se eu tivesse uma ideia fabulosa que saísse daquele mundo, como eu adoro escrever sobre ele, eu o faria.''

Mas ela destacou que teria de ter uma grande ideia, ''porque não posso agir mecanicamente, juntar pedaços e dizer: 'vamos lá, vamos vender isso'. Seria debochar do que aqueles livros representam para mim''.

'Livro pessoal'

A autora está divulgando na Grã-Bretanha sua obra mais recente. The Casual Vacancy é um livro adulto com temas fortes, como consumo de drogas e sexo adolescente, um universo muito distinto das aventuras de Harry Potter.

A história se passa em uma pequena cidade inglesa e trata de um conjunto habitacional mal frequentado que se torna uma fonte de divisões em uma sociedade marcada pelo preconceito, o ódio e a exclusão social.

''É um livro muito pessoal, que fala de coisas sobre as quais penso muito a respeito. É pessoal no sentido de que lida com problemas que afetaram a minha vida em um sentido muito real, como pobreza, por exemplo.''

Indagada pela BBC se algumas das experiências vividas pelos personagens refletem a sua própria história pessoal, ela afirma que ''não gostaria de entrar muito nisso'', mas acrescenta que:

''Como já foi fartamente documentado, já tive problemas com questões de saúde mental, já sofri de depressão e, na minha adolescência, tive problemas com ansiedade'', relata.

Jk Rowling se tornou uma das autoras de maior sucesso mundial graças à série Harry Potter, que vendeu cerca de 450 milhões de cópias em todo o mundo.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.