BBC navigation

Mãe descobre morte de filha por Facebook

Atualizado em  21 de setembro, 2012 - 07:11 (Brasília) 10:11 GMT
Cheryl Jones, 39 anos

Cheryl Jones descobriu a morte da filha pelo Facebook, mesmo morando próximo à filha.

Karla Jones, 30 anos.

A morte de Karla foi informada em redes sociais, antes do comunicado oficial da policial a parentes.

Uma mãe entrou com uma queixa contra a polícia do País de Gales por ter descoberto apenas pelo Facebook que a filha de 30 anos havia morrido.

Cheryl Jones, de 49 anos, abriu a página da filha no site de relacionamento depois de receber uma ligação do sobrinho. "Ela morreu, descanse em paz, Karla", dizia um post no Facebook.

Logo após ver o post, Cheryl ligou para o celular da filha. Segundo ela, um policial atendeu e disse que estava prestes a contactá-la.

"Eu era a parente mais próxima da Karla, a polícia deveria ter me procurado imediatamente", reclama a mãe.

"Não consigo entender como estranhos podiam saber que ela estava morta, sendo que eu, a mãe, morando perto dela, não tinha sido avisada", diz a mãe.

Karla James morreu no dia 23 de julho em sua casa, em Tredegar, a cerca de 40 km da capital, Cardiff. A morte foi registrada às 20:17 da noite (horário local). Pouco mais de três horas depois, a mãe dela soube da morte pelo Facebook.

A polícia disse que está investigando o procedimento.

A causa da morte ainda não está clara. Karla deixa um filho.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.