Escocês mordido por tubarão em barco diz que continuará pescando

Atualizado em  3 de setembro, 2012 - 04:56 (Brasília) 07:56 GMT
Tubarão capturado por pescadores (BBC)

Pescadores pretendiam colocar rastreador no animal. Foto: BBC

Um tubarão surpreendeu e aterrorizou um pescador escocês ao morder o seu pé depois de ter sido capturado e colocado no barco. Apesar do incidente traumático, o pescador afirmou que seguirá capturando os animais.

O ataque se deu na semana passada perto da cidade litorânea de Saltcoats, na Escócia.

O capitão e a tripulação de sua embarcação capturaram o animal e o trouxeram para o convés do barco.

Foi então que o tubarão de mais de 2,10 metros cravou seus dentes na bota do pescador Hamish Currie.

Currie conseguiu se libertar das mandíbulas do animal graças à ajuda de um dos tripulantes, que conseguiu puxar o animal pela cauda.

''Sou muito agradecido. Se ele não tivesse puxado-o, Deus sabe o que poderia ter acontecido'', afirmou Currie.

'Surpresa'

O objetivo dos pescadores não era matar o tubarão. A operação se deu após o capitão ter recebido um alerta de um amigo de que um tubarão estaria atacando focas na região.

Eles pretendiam capturar o animal, colocar um rastreador no seu corpo e, em seguida, jogá-lo de volta ao mar. Currie é especializado nesse tipo de pesca.

Ao ser trazido à bordo, além de morder o capitão do barco, o animal ainda fez um buraco na embarcação com os seus dentes.

''Nunca é fácil caçar tubarões. Eles são animais grandes. Eu pretendia colocar um rastreador nele, mas acabei tendo uma surpresa'', afirmou o pescador.

A despeito da experiência traumática, Currie disse que pretende seguir capturando tubarões. ''Vou continuar colocando rastreadores neles, vou seguir caçando-os.''

Em uma entrevista ao programa Breakfast, da BBC, a repórter perguntou a Currie qual a sugestão que ele daria a quem se deparasse com um tubarão. Sem perder o bom humor, o pescador disse torcer para que essa pessoa tenha um barco.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.