BBC navigation

Fotógrafo mostra Londres dentro de poças d'água

Atualizado em  22 de agosto, 2012 - 08:35 (Brasília) 11:35 GMT
  • Foto: Gavin Hammond
    O fotógrafo Gavin Hammond capturou cenas e locais turísticos de Londres em um cenário também típico do país: as poças de água deixadas pela chuva. Acima, Oxford Circus. Foto: Gavin Hammond
  • Foto: Gavin Hammond
    Hammond, que fotografa com uma câmera Lomo LCA+, diz que leva bastante tempo para conseguir a foto desejada. "Geralmente espero muito por um momento calmo entre carros, caminhões, bicicletas, turistas e policiais curiosos", disse à BBC Brasil. Na foto, a entrada de uma estação de metrô.
  • Foto: Gavin Hammond
    "Não há truques para mim, só paciência e um bom olho", afirmou o britânico. Na imagem acima, uma das famosas cabines telefônicas vermelhas da cidade. Foto: Gavin Hammond
  • Foto: Gavin Hammond
    Hammond diz que o projeto foi feito pensando em tornar os "duros" londrinos em turistas em sua própria cidade. "Se chove o suficiente, você não consegue deixar de notar que existe uma Londres paralela sob seus pés." Na foto, turistas em Oxford Street. Foto: Gavin Hammond
  • Foto: Gavin Hammond
    O fotógrafo pretende fazer livros e postais sobre Londres, mas brinca dizendo que gostaria de produzir uma série incluindo Los Angeles através do silicone, Nova York através de um pretzel, o Texas através da mira de uma arma e Paris através de calcinhas de renda. Acima, a Abadia de Westminster. Foto: Gavin Hammond
  • Foto: Gavin Hammond
    O trabalho de fotografar cada um dos ícones turísticos da cidade levou dois meses, segundo Hammond. A imagem mostra um músico de rua em Covent Garden, na região central de Londres. Foto: Gavin Hammond
  • Foto: Gavin Hammond
    "Eu caminhei e andei de bicicleta por todos os lugares na chuva e me agachava e deitava na calçada em frente a legiões de turistas confusos e taxistas furiosos", disse. Foto: Gavin Hammond
  • A "poça do Big Ben" (foto acima), de acordo com Hammond, é uma de suas favoritas, porque fica em seu caminho de casa para o centro da cidade todas as manhãs. Foto: Gavin Hammond
  • Foto: Gavin Hammond
    Ele descreve o dia em que fotografou a catedral de St. Paul como "muito triste". As imagens da catedral foram as únicas não feitas com água da chuva e, sim, com a água usada para limpar a escadaria da igreja depois que manifestantes do movimento "Occupy" foram expulsos do local. Foto: Gavin Hammond
  • Foto: Gavin Hammond
    Para o fotógrafo, o melhor momento para capturar a "Londres através do espelho" é o final da tarde, "quando a luz está forte e as multidões, menores". Acima, o cartaz do musical "Cantando na chuva". Foto: Gavin Hammond

Espelho d'água

O fotógrafo Gavin Hammond capturou cenas e locais turísticos de Londres em um cenário também típico do país: as poças de água deixadas pela chuva.

Hammond, que fotografa com uma câmera Lomo LCA+, diz que leva bastante tempo para conseguir a foto desejada. "Geralmente espero muito por um momento calmo entre carros, caminhões, bicicletas, turistas e policiais curiosos", disse à BBC Brasil.

Ele não usa photoshop nem faz cortes nas fotos. "Não há truques para mim, só paciência e um bom olho."

Segundo o fotógrafo, o projeto - que durou dois meses - foi feito pensando em tornar os "duros" londrinos em turistas em sua própria cidade. "Se chove o suficiente, você não consegue deixar de notar que existe uma Londres paralela sob seus pés."

Ele afirma que pretende fazer livros e postais sobre Londres, mas brinca dizendo que gostaria de produzir uma série de fotos incluindo Los Angeles através do silicone, Nova York através de um pretzel, o Texas através da mira de uma arma e Paris através de calcinhas de renda.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.