BBC navigation

'Calças quentes' são arma secreta do ciclismo da Grã-Bretanha

Atualizado em  1 de agosto, 2012 - 12:54 (Brasília) 15:54 GMT
Chris Hoy | Foto: Adidas/divulgação

Tecnologia já era testada em segredo há um ano e meio; australianos devem usar algo parecido

A equipe de ciclismo da Grã-Bretanha anunciou um reforço que promete fazer a diferença nas competições no velódromo. As "calças quentes", como foram apelidadas pelos atletas, vêm sendo testadas em segredo há um ano e meio para garantir a vantagem tecnológica do time da casa.

A arma secreta é alimentada a bateria e mantém a temperatura da musculatura da perna dos atletas em 38°C.

Os reais resultados da nova tecnologia vão ser medidos nesta quinta-feira, dia 2 de agosto, quando as competições de velódromo começam. Todos os ciclistas britânicos vão usar a vestimenta.

Nas provas, os ciclistas aquecem antes das competições em bicicletas ergométricas, mas logo após, enquanto se preparam mentalmente para a prova, acabam "esfriando". Entra aí a nova tecnologia, que de acordo com alguns especialistas pode revolucionar o esporte, assim como foi o caso dos maiôs tecnológicos na natação.

As "calças quentes" cumprem um papel muito parecido com o dos cobertores de pneus, usados na Fórmula 1. "O objetivo é manter a temperatura muscular para garantir que os ciclistas na linha de largada estejam com uma temperatura muscular mais alta que a dos seus competidores", explica Jonathan Leeder, fisiologista do Instituto de Desporto e Ciclismo britânico.

Calças quentes | Foto: Adidas/divulgação

Calças 'quentes' mantêm a perna
do atleta na temperatura de 38°C

O ciclista Chris Hoy já ganhou quatro medalhas olímpicas de ouro, três delas em Pequim 2008. Ele fez parte do desenvolvimento da tecnologia, para que ela atendesse às necessidades específicas dos atletas.

"Eu definitivamente tenho sentido os benefícios das 'calças quentes'. Logo que você tira o equipamento, você sente como se tivesse acabado de aquecer, mas sem a falta de ar e o cansaço do aquecimento", afirmou Hoy à imprensa local.

"Isto te deixa no estado perfeito para começar o treinamento ou a competição", ressalta o campeão olímpico.

A tecnologia foi desenvolvida pela Adidas, em parceira com a Universidade de Loughborough e a equipe de ciclismo britânico.

Os ciclistas da Austrália, de acordo com o jornal Daily Telegraph, também irão usar uma tecnologia semelhante.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.