BBC navigation

Londres 2012: A evolução da participação feminina nos Jogos

Atualizado em  20 de julho, 2012 - 10:53 (Brasília) 13:53 GMT

As mulheres nos Jogos Olímpicos

Mais de 10 mil atletas participarão dos Jogos Olímpicos de Londres 2012. As atletas do sexo feminino devem passar novamente dos 40% do total. Sob pressão do Comitê Olímpico Internacional, três países muçulmanos, que resistiram à mudança no passado, sinalizaram que estão prontos a enviar mulheres para os Jogos. Este é o resultado de um esforço de um século para reduzir a divisão de gêneros que afetou o movimento olímpico moderno desde seu início, em 1896. Passe pelas imagens abaixo para revelar mais informações sobre os eventos que definiram a luta das mulheres contra a discriminação nos Jogos Olímpicos.

Passe o cursor pelas imagens para ver mais informações

  • Outros Jogos Olímpicos
  • Não houve Jogos Olímpicos nesse ano
  1. Atenas 1896

    Nível zero

    Atenas 1896 Nível zero

    "As mulheres têm apenas um papel, que é o de coroar os vencedores." Barão Pierre de Coubertin, fundador do Comitê Olímpico Internacional.

    Nenhuma mulher pode tomar parte na primeira Olimpíada moderna, já que os organizadores descrevem sua inclusão como "impraticável, desinteressante e incorreta".

  2. Paris 1900

    As primeiras 11

    Paris 1900 As primeiras 11

    Pela primeira vez na história do movimento olímpico moderno 11 atletas mulheres participam dos Jogos. A inglesa Charlotte Cooper ganha a competição simples de tênis - a primeira medalha olímpica da história para uma mulher.

  3. 1904

  4. 1908

  5. Estocolmo 1912

    As mulheres caem na água

    Estocolmo 1912 As mulheres caem na água

    Competições de natação para mulheres são incluídas nos Jogos Olímpicos pela primeira vez, mas a equipe dos Estados Unidos não permite que suas atletas participem. As atletas americanas são obrigadas a vestir saias longas durante todos os eventos.

  6. 1916

  7. 1920

  8. Paris 1924

    Sybil no topo

    Paris 1924 Sybil no topo

    A nadadora americana Sybil Bauer ganha o ouro nos 100 metros de costas. Dois anos antes, Bauer hava se tornado a primeira mulher da história a quebrar um recorde masculino.

  9. 1928

  10. 1932

  11. Berlim 1936

    Reduzindo a divisão racial

    Berlim 1936 Reduzindo a divisão racial

    Louise Stokes e Tidye Pickett se tornam as primeiras mulheres afro-americanas a representar os Estados Unidos nas Olimpíadas.

  12. 1940

  13. 1944

  14. Londres 1948

    O primeiro ouro de uma afro-americana

    Londres 1948 O primeiro ouro de uma afro-americana

    Alice Marie Coachman é a primeira mulher afro-americana a ganhar uma medalha de ouro olímpica, competindo no atletismo pelos Estados Unidos.

  15. Helsinque 1952

    A bela mistura

    Helsinque 1952 A bela mistura

    As competições equestres olímpicas começam a aceitar equipes mistas de homens e mulheres. Os países são livres para escolher os melhores cavaleiros, independentemente do gênero. As mulheres também podem competir contra os homens nos eventos equestres individuais.

    A amazona dinamarquesa Lis Hartel vence sua batalha contra a poliomielite para ganhar uma medalha de prata na prova de adestramento.

  16. 1956

  17. 1960

  18. 1964

  19. 1968

  20. Munique 1972

    Ainda forte aos 69

    Munique 1972 Ainda forte aos 69

    Aos 69 anos, a amazona britânica Lorna Johnstone se tornou a atleta mais velha a competir em Olimpíadas. Ela também havia competido em 1956 e em 1968.

  21. 1976

  22. 1980

  23. Los Angeles 1984

    Primeira e Primeira

    Los Angeles 1984 Primeira e Primeira

    A atleta marroquina Nawal El Moutawakel é a primeira mulher muçulmana e a primeira nascida na África a se tornar campeã olímpica. Ela venceu os 400m com barreiras.

    Vista como pioneira por atletas muçulmanas e árabes, El Moutawakel sempre desafiou as crenças de longa data de que as mulheres com sua origem não poderiam ter sucesso no atletismo.

  24. Seul 1988

    6 Ouros e 4 Recordes Mundiais

    Seul 1988 6 Ouros e 4 Recordes Mundiais

    A alemã oriental Kristin Otto é a primeira mulher a ganhar seis medalhas de ouro olímpicas. Ela também estabeleceu quatro novos recordes mundiais.

  25. Barcelona 1992

    Ainda faltam 35

    Barcelona 1992 Ainda faltam 35

    Quase um século após o início das Olimpíadas modernas, 35 das 169 nações representadas em Barcelona não enviaram nenhuma mulher para os Jogos. As nações muçulmanas no Oriente Médio permanecem particularmente relutantes em incluir mulheres apesar dos apelos dos líderes do movimento olímpico.

  26. Atlanta 1996

    Do Irã com amor

    Atlanta 1996 Do Irã com amor

    Lida Fariman é a primeira mulher do Irã a competir nos Jogos Olímpicos desde a revolução islâmica de 1979. Ela é também a primeira mulher a levar a bandeira do país durante uma cerimônia de abertura.

  27. Sydney 2000

    O precedente do Bahrein

    Sydney 2000 O precedente do Bahrein

    A nadadora Fatema Hameed Gerashi e a corredora Mariam Mohamed Hadi Al Hilli são as primeiras competidoras da história a representar o Barein nas Olimpíadas. O país já havia anteriormente enviado mulheres atletas para os Jogos Paraolímpicos de 1984.

  28. Atenas 2004

    Um véu em movimento

    Atenas 2004 Um véu em movimento

    A afegã Robina Jalali, também conhecida como Robina Muqimyar, atrai atenção internacional ao competir no atletismo usando o hijab, a vestimenta tradicional muçulmana que cobre as cabeças das mulheres.

  29. Pequim 2008

    Quebrando a regra

    Pequim 2008 Quebrando a regra

    Dois países árabes, os Emirados Árabes Unidos e Omã, enviam mulheres pela primeira vez aos Jogos após mandar delegações exclusivamente masculinas nas seis olimpíadas anteriores.

  30. Londres 2012

    100%

    Londres 2012 100%

    Três países muçulmanos - Arábia Saudita, Brunei e Catar - que nunca enviaram mulheres aos Jogos indicam a intenção de finalmente aceitar atletas do sexo feminino como parte de suas delegações. O COI ameaçou suspender os países que não cumprirem com suas exigências de igualidade de gênero.



Atletas x países

O gráfico abaixo mostra o aumento gradual na porcentagem de mulheres que participaram nas Olimpíadas a partir dos primeiros Jogos da era moderna, em 1896.

xx% Porcentagem de países com mulheres atletas nos Jogos
xx% Porcentagem de atletas do sexo feminino nos Jogos

ATENAS
1896
PARIS
1900
SAINT LOUIS
1904
LONDRES
1908
ESTOCOLMO
1912
ANTUÉRPIA
1920
PARIS
1924
AMSTERDÃ
1928
LOS ANGELES
1932
Porcentagem de países com mulheres atletas nos Jogos 0% 2% 1% 2% 2% 2% 4% 10% 9%
Porcentagem de atletas do sexo feminino nos Jogos 0% 21% 8% 18% 39% 45% 45% 54% 49%
BERLIM
1936
LONDRES
1948
HELSINQUE
1952
MELBOURNE
1956
ROMA
1960
TÓQUIO
1964
CIDADE DO MÉXICO
1968
MUNIQUE
1972
MONTREAL
1976
Porcentagem de países com mulheres atletas nos Jogos 8% 9% 11% 16% 11% 13% 14% 15% 21%
Porcentagem de atletas do sexo feminino nos Jogos 53% 56% 59% 54% 54% 57% 48% 54% 72%
MOSCOU
1980
LOS ANGELES
1984
SEUL
1988
BARCELONA
1992
ATLANTA
1996
SYDNEY
2000
ATENAS
2004
PEQUIM
2008
LONDRES
2012
Porcentagem de países com mulheres atletas nos Jogos 22% 23% 26% 29% 34% 38% 41% 42% 44%
Porcentagem de atletas do sexo feminino nos Jogos 68% 67% 73% 80% 86% 96% 96% 96% 100%



Imagens: Getty / AP / British Horse Society

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.