Stephen Hawking perde aposta por possível descoberta da 'partícula de Deus'

Atualizado em  4 de julho, 2012 - 17:30 (Brasília) 20:30 GMT
Stephen Hawking | Crédito da foto: AP

O físico Stephen Hawking parabenizou cientistas pela possível descoberta da 'Partícula de Deus'.

O renomado físico britânico Stephen Hawking disse acreditar que perderá US$ 100 (R$ 200) por uma aposta que fez com um amigo se comprovada a descoberta do Bóson de Higgs, também chamado de 'partícula de Deus'.

Em entrevista à BBC, Hawking disse que pagará a quantia ao colega americano e também físico Gordon Kane, professor e diretor emérito da Universidade de Michigan, ao apostar que o elemento nunca seria achado.

Nesta quarta-feira, cientistas da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (Cern), em Genebra, na Suíça, anunciaram que há fortes indícios de que a partícula foi finalmente encontrada.

Se confirmada, a descoberta coroaria uma das teorias físicas mais importantes de todos os tempos - chamada de Modelo Padrão, que ajudaria a completar o entendimento sobre o funcionamento do Universo.

Hawking também parabenizou as equipes envolvidas nos experimentos do Grande Colisor de Hádrons (LHC, na sigla em inglês), um imenso acelerador de partículas localizado no subterrâneo da fronteira entre Suíça e França, através do qual o novo elemento foi encontrado.

O teórico britânico acrescentou que, caso seja comprovada a descoberta da Partícula de Deus, o cientista Peter Higgs, um dos primeiros a propor a teoria de como as partículas adquirem massa, mereceria ganhar o prêmio Nobel de Física por sua contribuição à ciência.

"Se tudo estiver em conformidade com nossos achados, teremos uma grande evidência do chamado Modelo Padrão. Esse é um importante resultado e deverá garantir a Higgs o Prêmio Nobel", afirmou Hawking.

Descoberta

O resultado desta quarta-feira foi considerado, entretanto, preliminar, mas um indicativo "forte e sólido" da existência da partícula.

Ainda assim, são necessárias mais pesquisas para comprovar se a partícula de Higgs foi realmente descoberta.

Os cientistas alegam ter encontrado uma "curva" nos dados sobre as variações de massa das partículas geradas no imenso acelerador de partículas Grande Colisor de Hádrons.

Essa "curva" corresponde a uma partícula que pesa 125,3 gigaelectronvolts (Gev) - cerca de 133 vezes mais pesada do que o próton existente no âmago de cada átomo.

Hawking

Considerado um dos principais teóricos da física moderna e sucessor de Albert Einstein, Stephen Hawking tem 70 anos e foi professor lucasiano de matemática da Universidade de Cambridge, posto que já havia sido ocupado pelo físico Isaac Newton.

Atualmente, ele dedica-se a pesquisas e palestras.

Hawking luta, há quase quatro décadas, contra o ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), doença degenerativa que paralisa os músculos de seu corpo e não tem cura.

Seu estado de saúde deteriorou-se nos últimos anos e seus movimentos estão quase que integralmente paralisados.

Leia mais sobre esse assunto

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.