BBC navigation

Fotógrafo registra voos noturnos de até 45m de esquilo

Atualizado em  2 de julho, 2012 - 11:36 (Brasília) 14:36 GMT

Roedor Voador

  • Foto: Kim Taylor/Caters
    Um fotógrafo britânico conseguiu flagrar um esquilo voador em pleno voo entre galhos de árvores. Foto: Kim Taylor/Caters
  • Foto: Kim Taylor/Caters
    Kim Taylor, de 79 anos, capturou as imagens do pequeno esquilo planando por até 45 metros. Foto: Kim Taylor/Caters
  • Foto: Kim Taylor/Caters
    O esquilo-voador-do-sul ('Glaucomys volans') têm hábitos noturnos e pesam apenas 65 gramas. Eles se alimentam de insetos e nozes. Foto: Kim Taylor/Caters
  • Foto: Kim Taylor/Caters
    'Estes animais são estritamente noturnos e vivem em buracos de árvores, como (por exemplo) buracos abandonados por pica-paus', disse o fotógrafo. Foto: Kim Taylor/Caters
  • Foto: Kim Taylor/Caters
    O fotógrafo contou que o esquilo fotografado foi mantido em uma espécie de 'grande arena de voo'. Uma caixa colocada no alto de uma árvore serviu de ninho. Foto: Kim Taylor/Caters
  • Foto: Kim Taylor/Caters
    Taylor conta que os esquilos 'planam de uma árvore para outra com as abas de pele esticadas, perdendo altura enquanto planam e ganhando altura ao subir na próxima árvore'. Foto: Kim Taylor/Caters
  • Foto: Kim Taylor/Caters
    'No começo da noite, ele saía do ninho e planava para um dos vários troncos de árvores colocados na arena e então subia para chegar a uma plataforma onde estava o alimento.' Foto: Kim Taylor/Caters
  • Foto: Kim Taylor/Caters
    Para conseguir capturar as imagens, Taylor usou a combinação de câmeras de 150mm e um flash especial de 3.500 volts e alta velocidade, disparado por um raio infravermelho. Foto: Kim Taylor/Caters
  • Foto: Kim Taylor/Caters
    Um raio infravermelho foi colocado através do caminho que o esquilo poderia fazer, então, quando o raio era cruzado, o esquilo tirava uma foto dele mesmo.' Foto: Kim Taylor/Caters
  • Foto: Kim Taylor/Caters
    'Unidades especiais de flash de alta velocidade foram usadas. Um sistema de vários flashes foi usado em algumas vezes para produzir três imagens em uma sucessão rápida.' Foto: Kim Taylor/Caters

Roedor voador

Um fotógrafo britânico conseguiu flagrar um esquilo em pleno voo entre galhos de árvores.

Kim Taylor, de 79 anos, capturou as imagens do pequeno esquilo planando por até 45 metros.

O animal é da espécie esquilo-voador-do-sul (Glaucomys volans), que tem hábitos noturnos e pesa cerca de apenas 65 gramas. Eles se alimentam de insetos e nozes.

"Estes animais são estritamente noturnos e vivem em buracos de árvores, como (por exemplo) buracos abandonados por pica-paus", disse o fotógrafo.

Taylor conta que os esquilos "planam de uma árvore para outra com as abas de pele esticadas, perdendo altura enquanto planam e ganhando altura ao subir na próxima árvore".

O fotógrafo contou que o esquilo fotografado foi mantido em uma espécie de "grande arena de voo". O animal foi colocado em uma caixa colocada no topo de uma árvore, que serviu de ninho.

"No começo da noite, ele saía do ninho e voava para um dos vários troncos de árvores colocados na arena e então subia para chegar a uma plataforma onde estava o alimento", contou o fotógrafo.

Para conseguir capturar as imagens, Taylor usou a combinação de câmeras de 150mm e um flash especial de 3.500 volts e alta velocidade, disparado por um raio infravermelho.

"Um raio infravermelho foi colocado através do caminho que o esquilo poderia fazer, então, quando o raio era cruzado, o esquilo tirava uma foto dele mesmo", explicou o fotógrafo.

"Um sistema de vários flashes foi usado em algumas vezes para produzir três imagens em uma sucessão rápida."





BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.