Londres 2012: Confira dez esperanças de medalha pouco conhecidas do Brasil

Atualizado em  27 de junho, 2012 - 10:10 (Brasília) 13:10 GMT

Cesar Cielo, Robert Scheidt, Diego Hypólito e Marta são alguns dos atletas brasileiros consagrados que ganham bastante destaque na imprensa brasileira em tempos de Olimpíadas.

No entanto, eles não serão as únicas esperanças de medalha do Brasil nos Jogos de Londres, que começam no dia 27 de julho.

Diversos outros atletas - que nem sempre figuram nas manchetes ou são conhecidos do grande público - também são considerados fortes concorrentes em suas modalidades.

Alguns, como a pentatleta Yane Marques, que foi medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2011, já participaram de outras Olimpíadas. Mas a maioria - como os nadadores Bruno Fratus e Graciele Herrmann e o ginasta Arthur Zanetti - farão em Londres sua estreia em Olimpíadas.

Confira abaixo os perfis de 11 atletas pouco conhecidos do público brasileiro e que são esperanças de medalha para o país em dez modalidades.

1. Mayra Aguiar

Mayra Aguiar foto: Gaspar Nóbrega - Inovafoto / COB

Após ser eliminada na estreia em 2008, Mayra Aguiar (esq.) chega a Londres como 1ª do ranking ( foto: Gaspar Nóbrega - Inovafoto / COB)

Esporte: Judô 70kg-78kg

Data de nascimento: 03/08/1991 (20 anos)

Cidade: Porto Alegre

Estreia: 2 de agosto, às 5h30 (horário de Brasília)

Mayra Aguiar foi do inferno ao céu em apenas quatro anos. Em sua primeira Olimpíada, em Pequim 2008, ela foi eliminada logo na estreia. A expectativa da torcida brasileira era grande, já que ela havia sido medalhista de prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro no ano anterior.

Nos últimos quatro anos, ela teve uma ascensão meteórica no esporte. Derrotou algumas das melhores atletas do mundo em sua categoria. A atleta atingiu sua melhor forma no começo deste ano. Em janeiro, recebeu o ouro no mundial do Cazaquistão, e no mês seguinte foi primeira colocada no Grand Slam de Judô de Paris.

O resultado fez com que Mayra Aguiar se tornasse a primeira judoca brasileira a liderar o ranking na categoria de até 78 kg.

Você sabia? A brasileira chega aos Jogos de Londres no topo, o que faz dela o alvo preferencial de todas as adversárias – inclusive a chinesa Yang Xiuli, que foi medalhista de ouro em Pequim e agora está na quinta posição no ranking.

2. Bruno Fontes

Foto: Washington Alves - Inovafoto / COB

Bruno Fontes compete na Laser (Foto: Washington Alves - Inovafoto/COB)

Esporte: Vela – Classe Laser

Data de nascimento: 25/09/1979 (32 anos)

Cidade: Curitiba

Estreia: 30 de julho, às 8h (horário de Brasília)

O Brasil já ganhou três medalhas na classe Laser – duas de ouro e uma de prata – todas elas com Robert Scheidt. Depois que Scheidt mudou de classe, e passou a competir na Star, Bruninho Fontes tornou-se a principal esperança de medalha do Brasil na categoria.

O curitibano, que vive em Florianópolis, chega a Londres 2012 na vice-liderança do ranking mundial da Laser, na frente de todos os medalhistas de Pequim 2008.

Você sabia? Com 32 anos de idade, Bruninho tem 26 anos de carreira. Apesar de ser nascido em Curitiba, ele diz que Florianópolis é sua terra natal, já que vive lá desde criança.

3. Graciele Herrmann

Graciele Herrmann

Graciele Herrmann conquistou duas medalhas de prata no Pan-Americano de 2011

Esporte: Natação

Data de nascimento: 01/01/1992 (20 anos)

Cidade: Pelotas (RS)

Estreia: 3 de agosto, às 6h (horário de Brasília)

A nadadora de 20 anos conquistou duas medalhas de prata nos Jogos Pan-Americanos do México, no ano passado: nos 50m livre e no revezamento 4x100m.

Este ano ela fez o segundo melhor tempo na final dos 50m livre do Troféu Maria Lenk, no Rio. Como a primeira colocada havia sido convidada pela Confederação, Graciele acabou ficando com a medalha de ouro. Como a promessa masculina Bruno Fratus, a jovem participará em Londres da sua primeira Olimpíada.

Você sabia? Graciele conciliava sua rotina de atleta com a de modelo. Mas desde que sua carreira na natação decolou, ela passou a recusar convites para fazer ensaios fotográficos.

4. Bruno Fratus

Bruno Fratus

Muitos torcedores esperam que Bruno Fratus e Cesar Cielo possam fazer dobradinha no pódio

Esporte: Natação 50 metros

Data de nascimento: 22/06/1989 (23 anos)

Cidade: Macaé (RJ)

Estreia: 29 de julho, às 8h41 (horário de Brasília)

Depois do medalhista de ouro em Pequim Cesar Cielo, Bruno Fratus é o nome mais forte da natação brasileira. Bruno tem conseguido ficar na casa dos 21 segundos na prova.

Em abril, ele surpreendeu ao bater por quatro centésimos de segundo o australiano James Magnussen, que até então tinha a melhor marca do ano no mundo. Em 2011, quando era praticamente desconhecido, Bruno já tinha conquistado o ouro na prova dos 100m.

Você sabia? O próprio Cesar Cielo já declarou que sonha em ver uma dobradinha brasileira no pódio – possivelmente com ele e Bruno – na prova dos 50 metros em Londres 2012.

5. Everton Lopes

Foto: Gaspar Nobrega - Inovafoto / COB

Lopes é meio-médio ligeiro (Foto: Gaspar Nobrega - Inovafoto/COB)

Esporte: Boxe – até 64kg

Data de nascimento: 08/08/1988 (23 anos)

Cidade: Salvador

Estreia: 31 de julho, às 10h45 (horário de Brasília)

Londres terá a maior delegação de pugilistas brasileiros – sete, um a mais do que em Pequim 2008. A esperança é que ao menos um deles consiga uma medalha olímpica – algo que apenas Servílio de Oliveira conseguiu, nos Jogos da Cidade do México em 1968.

O favorito da equipe é o baiano Everton Lopes, que foi campeão na categoria meio-médio ligeiro no Azerbaijão em 2011. Foi a primeira medalha de ouro do Brasil em um Mundial de boxe olímpico.

Você sabia? Everton é ex-lavador de carro e peão de obras. De origem humilde, ele diz que o boxe o tirou das brigas de rua e lhe deu um futuro melhor.

6. Rafael Silva

Foto: Gaspar Nóbrega - Inovafoto / COB

Rafael Silva, o Baby, é 3º colocado no ranking mundial (Foto: Gaspar Nóbrega - Inovafoto/COB)

Esporte: Judô

Data de nascimento: 11/05/1987 (25 anos)

Cidade: Campo Grande (MS)

Estreia: 3 de agosto, às 5h30 (horário de Brasília)

Baby, como Rafael Silva é conhecido, disputará aos 25 anos sua primeira Olimpíada em Londres. Apesar de ter começado tarde no esporte – aos 15 anos – seu rendimento cresceu muito em pouco tempo. Baby é o terceiro colocado no ranking mundial na categoria de mais de 100 kg.

Você sabia? Alimentação é um ponto importante para Rafael Silva. No entanto, seu esforço é para conseguir ganhar – e não perder – peso. Ele concorre na categoria mais pesada do judô, que possui apenas um limite mínimo de peso: 100 kg. Com mais de 140 kg, ele é o atleta mais pesado da delegação olímpica brasileira.

7. Yane Marques

Yane Marques

Yane Marques foi 3º lugar em Mundial em 2011 (Foto: Wagner Carmo – Inovafoto/ COB)

Esporte: Pentatlo

Data de nascimento: 07/01/1984 (28 anos)

Cidade: Afogados da Ingazeira (PE)

Estreia: 12 de agosto, às 4h (horário de Brasília)

Em agosto de 2011, Yane Marques chegou ao terceiro lugar no ranking mundial de Pentatlo Moderno – a maior colocação já alcançada por qualquer atleta sul-americano.

Na última prova antes da Olimpíada de Londres, na cidade chinesa de Chengdu, ela conquistou uma medalha de bronze. Sua esperança é conquistar alguma medalha. Em Pequim 2008, sua primeira participação olímpica, ela ficou em 18º lugar.

Você sabia? Yane praticava natação em um clube e foi convidada a participar de uma prova que selecionaria atletas para a equipe pernambucana de pentlato moderno. Quando concorreu, ela sequer sabia o que era a modalidade – que envolve competições em hipismo, esgrima, natação, tiro esportivo e corrida.

8. Erlon de Souza e Ronílson Matias (dupla)

Erlon e Ronílson

Erlon e Ronílson disputarão sua primeira olimpíada em Londres 2012

Esporte: Canoagem

Data de nascimento: 23/06/1991 (21 anos) e 16/07/1990 (21 anos)

Cidade: Ubatã (BA) e Santos (SP)

Estreia: 7 de agosto, às 5h46 (horário de Brasília)

Os atletas do Flamengo Ronílson e Erlon disputarão em Londres a sua primeira Olimpíada. Em maio, na etapa da cidade alemã de Duisburg da Copa do Mundo de Canoagem, a dupla brasileira ganhou a medalha de prata na corrida de 200 metros de barcos C2.

Ronílson e Erlon vêm acumulando bons resultados nos últimos anos. No ano passado, eles ganharam prata nos Jogos Pan-Americanos do México, que garantiu a vaga nos 1000 metros em Londres.

Você sabia? Erlon vive próximo a Ubaitaba, onde a canoagem é popular. A cidade é a terra natal de Jefferson Lacerda, que disputou os Jogos Olímpicos de Barcelona de 1992.

9. Mauro Vinícius da Silva

Mauro Vinícius da Silva

Mauro Vinícius foi um dos poucos brasileiros a obter ouro no Mundial Indoor de Atletismo

Esporte: Salto em distância

Data de nascimento: 26/12/1986 (25 anos)

Cidade: Presidente Prudente

Estreia: 3 de agosto, às 15h50 (horário de Brasília)

Duda, como Mauro Vinícius é conhecido, participou da última Olimpíada, em Pequim, onde não conseguiu chegar à final. Após os Jogos, seu rendimento cresceu bastante.

No entanto, seu tempo de preparação para Londres 2012 foi curto. Em fevereiro de 2011, Duda foi submetido a uma cirurgia no joelho, e só voltou aos treinos em agosto.

Em 2012, o atleta conseguiu atingir sua melhor forma. Em março, ele conquistou a medalha de ouro no Mundial Indoor de Atletismo na Turquia. Duda se tornou o terceiro brasileiro a conquistar o ouro na competição, depois de Zequinha Barbosa, em 1987, e Fabiana Murer, em 2010.

Você sabia? Duda trabalhava como porteiro e já foi da escolinha de futebol do São Paulo. Ele só começou a se dedicar ao esporte depois de perder o emprego.

10. Arthur Zanetti

Arthur Zanetti

Arthur Zanetti é ginasta das argolas, onde o Brasil tem pouca tradição

Esporte: Ginástica Artística (argolas)

Data de nascimento: 16/04/1990 (22 anos)

Cidade: São Caetano do Sul

Estreia: 6 de agosto, às 10h (horário de Brasília)

Arthur Zanetti é uma das grandes esperanças de medalhas da ginástica olímpica brasileira nos Jogos de Londres de 2012. O público brasileiro se acostumou nos últimos anos a acompanhar grandes nomes no esporte - como Diego e Daniele Hypólito, Jade Barbosa e Daiane dos Santos.

Zanetti chama atenção por praticar uma modalidade na qual o Brasil não tem grande tradição: as argolas.

Em sua curta carreira até agora, ele já chamou a atenção pelos resultados. Ele é o atual vice-campeão mundial de ginástica artística na sua modalidade, em torneio disputado no Japão em 2011.

Os bons resultados recentes dão confiança ao atleta paulista. No final de abril, ele ganhou ouro na etapa croata da Copa do Mundo de Ginástica Artística. Poucos dias antes, no Meeting Internacional em São Bernardo do Campo, ele havia conquistado duas medalhas de ouro - obtendo marca superior ao chinês Chen Yibing - que é o atual campeão mundial e um dos maiores nomes das argolas da atualidade.

Você sabia? Londres é um lugar especial para Arthur Zanetti. Foi na cidade, em 2009, que ele começou a chamar a atenção do mundo da ginástica, ao conquistar um quarto lugar nas argolas no Campeonato Mundial, aos 19 anos. Em janeiro deste ano, ele conquistou a medalha de ouro no Pré-Olímpico.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.