Londres 2012: Conheça 10 marcos musicais da cidade-sede dos Jogos

Atualizado em  13 de junho, 2012 - 10:07 (Brasília) 13:07 GMT
  • Abbey Road (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    A faixa de pedestres mais famosa do mundo. Imortalizada pelos Beatles na capa do álbum Abbey Road, esta faixa perto do estúdio Abbey Road é uma visita obrigatória para os fãs dos Beatles. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • Elton John (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    A capital britânica é uma espécie de paraíso musical. Os melhores músicos do mundo se apresentam nas diversas casas de shows londrinas - aqui, Elton John durante um show na O2 Arena. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • Jimi Hendrix e Handel (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    Uma casa, dois gênios: Jimi Hendrix e o compositor barroco Handel foram vizinhos (separados por dois séculos) no número 25 da Brook Street. O guitarrista é lembrado em uma placa azul; o compositor, em um museu que fica no local. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • Freddie Mercury (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    We Will Rock You! é o nome de um musical dedicado à música do grupo Queen que é um verdadeiro clássico, em cartaz há 11 anos no West End. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • Memorial de Amy Winehouse (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    Esta árvore, que fica diante da casa onde morava Amy Winehouse, no bairro de Camden, virou um altar onde fãs deixam mensagens e recordam a famosa cantora londrina. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • Jazz Cafe (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    Londres é também a cidade do jazz. A casa noturna Ronnie Scott's, no Soho, e o Jazz Cafe (na foto acima), em Camden, são dois dos mais famosos templos londrinos para os amantes desse gênero musical. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    A Denmark Street abriga o maior número de lojas de música de Londres. Ali também fica o Regent Street Sound Studio (na foto acima) e o apartamento onde integrantes do Sex Pistols moraram nos anos 1970. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    O Regent Sound é um estúdio de pedigree. Foi ali que os Rolling Stones gravaram seu primeiro álbum e onde Jimi Hendrix fez seu primeiro LP. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    O carnaval do bairro de Notting Hill, em agosto, é um local não-oficial de peregrinação para recordar o rei do reggae, Bob Marley, e aproveitar seu legado. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    Atualmente um dos melhores espaços de shows em Londres, o auditório circular The Roundhouse abiga dois marcos da história do rock: o primeiro show do Pink Floyd, em 1966, e uma performance lendária do The Doors, dois anos depois. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
  • (fotos: Rafael Estefanía / BBC)
    Londres também é habitada por diversos músicos itinerantes - ou seja, às vezes, nem é preciso ir a uma casa de shows para ouvir boa música. Centenas de profissionais ganham a vida cantando em pontos turísticos e no metrô. (fotos: Rafael Estefanía / BBC)

Londres respira música

Londres é uma das cidades mais importantes da cena musical mundial: abriga grandes estúdios, em que bandas famosas gravaram vários de seus discos clássicos, e tem sido palco de shows históricos.

Essa história musical se reflete até em pontos turísticos da cidade. A faixa de pedestres da Abbey Road, eternizada pelos Beatles, e a casa onde morou Jimi Hendrix são exemplos de locais visitados por fãs do rock que visitam Londres.

De musicais longevos no West End aos cantores que ganham a vida no metrô, a cidade respira música, como mostram as fotos acima.

Esta é a segunda edição de uma série de galerias de fotos semanais que mostrarão a diversidade de Londres, ao longo das semanas que faltam para a abertura dos Jogos Olímpicos de 2012.

Os temas das galerias foram escolhidos pelos jornalistas ligados à BBC Brasil, retratando ângulos pouco conhecidos da capital britânica que servem como exemplo da diversidade e da singularidade da cidade.



BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.