Londres 2012: Conheça o percurso da tocha olímpica na Grã-Bretanha

10 maio 2012 Atualizado pela última vez 08:18 (Brasília) 11:18 GMT

Chama olímpica passará por mais de mil cidades e vilarejos britânicos até chegar a Londres, em 27 de julho.
Uma mulher carrega a tocha olímpica durante um ensaio para o Desfile da Tocha Olímpica; ao lado, cartões postais britânicos de locais por onde passará a tocha (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
A Tocha Olímpica, acesa na Grécia, chega à Grã-Bretanha no dia 18 de maio de 2012. Já no dia seguinte, tem início o Desfile da Tocha Olímpica ao longo de 1000 cidades e vilarejos britânicos. A chama olímpica passará pelas mãos de 8 mil pessoas.
Land's End, Cornualha (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
O trajeto será iniciado no dia 19 de maio, em Land's End, Cornualha, Inglaterra. Às 7h (horário de Londres), a primeira tocha será acesa com uma chama trazida de Olímpia, na Grécia. A cerimônia se dará no ponto mais extremo ao sudoeste da Inglaterra, conhecido como Land's End (Fim da Terra), que oferece uma cenário magnífico para marcar o início para o revezamento da tocha.
Projeto Éden  (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
Ainda no primeiro dia, a tocha seguirá para o Projeto Éden, situado próximo a St Austell, na Cornualha. A estrutura gigante foi construída à época das celebrações do Milênio, em 2000, em uma antiga mina de caulinita. O local é um complexo que abriga a maior estufa do mundo e espécies vegetais de todo o mundo. Dentro de cada um dos domos do projeto são reproduzidos diferentes biomas mundiais, como, por exemplo, o das florestas tropicas. A pessoa carregando a tocha estará no local à bordo de um balão e a chama será acesa por uma lanterna.
Bath  (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
No quinto dia, ela passará por Bath. A cidade é célebre por seus banhos termais romanos e é um Patrimônio Mundial da Unesco. Bath oferece bela arquitetura e foi palco de dois romances de Jane Austen, onde a autora viveu, de 1801 a 1806
Parque Nacional de Snowdonia (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
No 11° dia, a tocha chegará ao Parque Nacional de Snowdonia, no País de Gales. O cume do monte fica 1085 metros acima do nível do mar e é o mais alto do País de Gales e da Inglaterra. A chama viajará em uma lanterna em um trem que costuma levar visitantes ao cume da montanha.
Telescópio Lovell, Jodrell Bank, Cheshire  (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
No 13° dia da jornada, a chama olímpica chega a Jodrell Bank, em Cheshire. O local abriga o Telescópio Lovell, um dos maiores do mundo. Ele foi construído em 1957 e tem um 76,2 metros de diâmetros. A pessoa carregando a tocha escalará o telescópio.
Escultura de Anthony Gormley, na Praia de Cosby  (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
Na Praia de Cosby, no 14° dia, a chama olímpica irá se deparar com as cem estátuas criadas pelo artista Anthony Gormely, distribuídas ao longo dos mais de três quilômetros da praia. As obras de Gormley são estátuas que reproduzem pessoas em tamanho natural.
Three Graces, vista do deque do Mersey Ferry, Liverpool  (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
A tocha chega à cidade célebre por ter dado ao mundo os Beatles no 15° dia. Mas Liverpool não é famosa apenas pelos filhos ilustres. Ela é um Patrimônio Mundial da Unesco por sua impressionante região portuária. A cidade também abriga uma das mais amadas equipes de futebol britânicas, o Liverpool F.C.
Carros do Tourist Trophy, na Ilha de Man  (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
A Ilha de Man é conhecida como sede do lendário prêmio de automobilismo Tourist Trophy, realizado na ilha anualmente em maio e em junho. Quando chegar à ilha, no 15° dia, a tocha estará nas mãos de uma pessoa que a carregará dentro de um dos carros que costuma participar do torneio automobilístico.
Giant's Causeway (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
Giant's Causeway, na Irlanda do Norte, se tornou em 1986 o primeiro Patrimônio Mundial da Unesco da província britânica. Ela abriga 40 mil colunas de basalto à caminho do mar. A pessoa carregando a tocha estará no topo de uma destas colunas.
Catedral de St Patrick, Dublin, Irlanda (Foto: Jim Linwood)
A capital da República da Irlanda também consta do roteiro da chama olímpica. Dublin pode traçar sua história ao longo de mais de mil anos, desde quando foi um pequeno povoado viking até uma vibrante capital. Entre os mais célebres dublinenses estão nomes como os autores James Joyce e Oscar Wilde, a banda de rock U2, e Arthur Guinness, pai da famosa cerveja que leva seu sobrenome.
Castelo à beira do Lago Ness, Casttelo Urquhart, Escócia (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
Invervess, o ponto mais ao norte da Grã-Bretanha e um local idílico na montanha escocesa tem uma história que se confunde com uma lenda. Um de seus mais famosos lagos serviria de ''moradia'' ao introvertido Monstro do Lago Ness, também conhecido carinhosamente pelos locais, como ''Nessie'', tanto pelos que nunca o viram, como os que acreditam piamente em sua existência.
The Castle, Edimburgo (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
Lar do imponente castelo que leva o nome da cidade, a tocha será recebida em Edimburgo no 26° dia da passagem da tocha. Não contente em ser Patrimônios Mundial da Unesco, a bela Edimburgo tem também o título de Cidade Literária da Unesco. A capital que já deu ao mundo nomes como o escritor Robert Louis Stevenson e o astro Sean Connery sedia um popular festival de teatro e atividades culturais, que atrai visitantes de todo o mundo
Anjo do Norte, de Anthony Gormley (Foto: Bonita Suraputra)
Gateshead, localizada perto de Newcastle, é o lar de outra escultura de Antony Gormley, a enorme estátua O Gigante do Norte. A peça de 200 toneladas é feita de aço e tem 20 metros de altura e a distância entre suas asas é de 54 metros.
A Muralha de Adriano (Fotos: LOCOG/VisitBritain.com)
A Muralha de Adriano, outro Patrimônio da Humanidade no percurso da tocha, foi construída em 122 d.C. durante o reinado do imperador romano Adriano. A muralha era a mais fortificada fronteira do Império Romano, com 120 km de comprimento. Atualmente, uma pedaço extenso da barreira ainda segue de pé, especialmente em seu setor médio.
Vista do Low Wood Hotel, no Lago Windermere, Cúmbria
Em seu vasto percurso, após viajar de balão, de trem e em um carro de corrida, a tocha passará pelo Distrito dos Lagos, em Windermere, de barco a vapor, no 34° dia.
Estátua de Robin Hood, Castelo de Nottingham (Foto: David Telford)
Nottingham foi imortalizada na por sua ligação com a lenda de Robin Hood, onde ele teria vivido, n Floresta de Sherwood, roubando dos ricos e dando para os pobres. O Castelo de Nottingham, que exibe a escultura mostrada na foto, foi sede da Guerra Civil Inglesa. A chama passará por Nottingham no dia 28 de junho.
Duas mulheres dividem um guarda-chuvas no  Black Country Living Museum, Dudley (Fotos: Jo Hefferman)
O Black Country Living Museum, de Dudley, foi criado como um tributo ao coração industrial da Grã-Bretanha. Os carregadores da tocha viajarão ao local usando trens e barcos.
Local de nascimento de Shakespeare (Foto: VisitBritain.com)
A cidade natal de William Shakespeare, Stratford-upon-Avon, tem mais de 800 anos de história. Além de ter sido a cidade em que o dramaturgo e poeta nasceu e passou sua infância, ele é atualmente sede do conceituado grupo teatral Royal Shakespeare Company.
St John's College, Cambridge (Foto VisitBritain.com)
Sede de uma das mais tradicionais universidades britânicas, Cambridge receberá a tocha em 7 de julho, o 50° dia do percurso. A tocha participará da famosa corrida de de Great Court, no Trinity College. A prova foi mostrada no filme ''Carruagens de Fogo''. A chama olímpica partirá da cidade à bordo de uma barca.
St John's College, Oxford (Foto VisitBritain.com)
No 52° dia do trajeto, ela chegará a Oxford. A cidade é célebre por sua história e tradição e por ser o local de nascimento de Winston Churchill. Mais recentemente, Oxford passou a ser conhecida como a cidade de Harry Potter. A série de filmes do mago mirim usou a Universidade de Oxford como locação. (Foto: VisitBritain.com)
Stonehenge, Wiltshire (Foto VisitBritain.com)
Um dos mais tradicionais - e antigos - cartões postais britânicos, Stonehenge receberá a tocha no dia 12 de julho. A misteriosa estrutura data da Idade do Bronze e teria sido construída entre 4 mil e 5 mil anos. Stonehenge, situada perto de Wiltshire, é formada por círculos concêntricos de pedras de quase cinco metros de altura e a cerca de cinquenta toneladas cada uma.
Cais do porto de Portsmouth (Foto VisitBritain.com)
Portsmouth é uma cidade portuária fundada aproximadamente em 1180. Ela teve um papel de destaque em vários eventos históricos, como a última batalha de Nelson em Trafalgar e as operações navais do Dia D, na Segunda Guerra Mundial. A chama olímpica passará pela cidade no 58° dia do percurso, em 15 de julho.
Falésias brancas, Dover  (Foto VisitBritain.com)
Famosa por suas falésias brancas e por abrigar um dos mais movimentados portos mundiais, Dover ganhou o apelido de ''Portão para a Grã-Bretanha''. Ela passará pela cidade no 61 dia, em 18 de julho.
Big Ben e as Casas do Parlamento (Foto VisitBritain.com)
A chama olímpica finalmente chegará a Londres no 64° dia de seu trajeto, em 21 de julho. Ela passará por diferentes bairros da cidade ao longo de seis dias, até chegar ao famoso bairro de Westminster, no coração de Londres, onde se encontram marcos britânicos, como as Casas do Parlamento e o Big Ben.
Vista aérea do Estádio Olímpico, Stratford
O percurso será completo no dia 27 de julho, o 70° dia da viagem da chama olímpica, no Estádio Olímpico, no bairro de Stratford, no Leste de Londres. O estádio sediará as provas de atletismo dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos e ainda as cerimônias de abertura e encerramento da Olimpíada. A construção foi erguida em menos de três anos, obedecendo a preceitos de sustentabilidade.