Infecções causam um de cada seis casos de câncer, diz estudo

Atualizado em  9 de maio, 2012 - 13:46 (Brasília) 16:46 GMT
Bactéria Helicobacter pylori. | Foto: Ed Uthman/ Wikimedia Commons

Bactéria responsável por gastrite é uma das principais causas de câncer de estômago

Um em cada seis casos de câncer - 2 milhões por ano - tem origem em infecção tratáveis ou evitáveis, segundo um novo estudo.

O estudo, publicado na revista The Lancet Oncology, analisou a incidência de 27 tipos diferentes de câncer em oito regiões do mundo e concluiu que quatro doenças são as principais responsáveis.

As infecções provocadas pelo vírus do papiloma humano (HPV), pela bactéria Helicobacter pylori e pelos vírus da hepatite B e C são responsáveis por 1,9 milhões dos casos de câncer de estômago, câncer hepático e câncer de colo do útero.

Cerca de 80% destes casos acontecem em países em desenvolvimento.

A equipe da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (IARC), na França, que realizou o estudo, diz que mais esforços são necessários para lidar com estes casos "evitáveis" e reconhecer o câncer como uma doença "comunicável", ou seja, que se propaga com facilidade.

"A aplicação dos métodos existentes de saúde pública para a prevenção de infecções - como as vacinas - e a prática segura das injeções ou dos tratamentos antimicrobianos poderiam ter um efeito substancial nos futuros casos de câncer em todo o mundo", dizem os médicos Catherine de Martel e Martyn Plummer, que lideraram a pesquisa.

'Evitáveis'

Para a pesquisa, os cientistas analisaram as estatísticas da Globocan, um projeto da IARC e da Organização Mundial da Saúde que reúne os dados sobre a incidência de mortalidade e a prevalência dos principais tipos de câncer em 184 países.

Com estes dados, eles calcularam a porcentagem de casos atribuídos a infecções e o número de mortes que poderiam ter sido evitadas com tratamentos médicos preventivos.

Cerca de um terço dos casos ocorrem em pessoas com menos de 50 anos.

Entre as mulheres, o câncer de colo de útero corresponde a cerca de metade dos cânceres causados por infecções. Em homens, mais de 80% dos casos é de cânceres de fígado ou estômago.

Já existem vacinas preventivas contra o vírus do HPV - ligado ao câncer de colo de útero - e contra o vírus da hepatite B - uma causa conhecida de câncer hepático.

Além disso, especialistas afirmam que o câncer de estômago pode ser evitado tratando a infecção pela bactéria H. pylori com antibióticos.

Pelo menos 1,5 milhão das 7,5 milhões de mortes por câncer anuais poderiam ser evitadas, de acordo com o levantamento da IARC.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.