Fotógrafo-artista faz personagens saltarem de livros

Atualizado em  7 de maio, 2012 - 09:27 (Brasília) 12:27 GMT

Galeria de Fotos: Pulp Fiction

  • Foto: Thomas Allen
    O fotógrafo americano Thomas Allen faz personagens saltarem de romances antigos e livros de todo tipo, criando cenas em três dimensões. Foto: Thomas Allen
  • Foto: Thomas Allen
    Inicialmente, Allen usava capas de romances conhecidos como pulp fiction, livros impressos em papel de baixa qualidade a partir do início da década de 1920. Foto: Thomas Allen
  • Foto: Thomas Allen
    Para conseguir o efeito, ele recorta os desenhos ou silhuetas com um estilete e posiciona a figura para formar uma cena. Foto: Thomas Allen
  • Foto: Thomas Allen
    Allen foi recentemente convidado a fazer fotos 'positivas e edificantes' inspiradas em clássicos infantis, para decorar paredes do centro infantil do Hospital Johns Hopkins, nos EUA. Foto: Thomas Allen
  • Foto: Thomas Allen
    O fotógrafo escolheu os livros 'Tudo Depende De Como Você Vê as Coisas', o clássico de 50 anos de Norton Juster, 'Stuart Little', de E. B. White, e 'Hoops', de Walter Dean Myer. Foto: Thomas Allen
  • Foto: Thomas Allen
    Inspirado em ideias e personagens contidos nas obras, ele criou silhuetas que eram então recortadas das páginas e capas de livros. Aqui, imagem do livro 'Stuart Little'. Foto: Thomas Allen
  • Foto: Thomas Allen
    A imagem deste cão saindo do livro foi inspirada em 'Tudo Depende De Como Você Vê as Coisas', de Norton Juster. Foto: Thomas Allen
  • Foto: Thomas Allen
    Os mágicos e princesas do livro aparecem nas imagens de Allen em cenas de ação. Foto: Thomas Allen
  • Foto: Thomas Allen
    Aqui, o livro 'Hoops', em que cada personagem ganhou também uma frase. Foto: Thomas Allen
  • Foto: Thomas Allen
    "Me sinto muito privilegiado em poder ser parte deste projeto e ver o trabalho nas paredes foi definitivamente um ponto alto de minha carreira", disse Allen. Foto: Thomas Allen

Saindo de livros

O fotógrafo americano Thomas Allen faz personagens saltarem de romances antigos e livros de todo tipo, criando cenas em três dimensões.

Para conseguir o efeito, ele recorta os desenhos ou silhuetas com um estilete e posiciona a figura para formar uma cena, antes de fotografá-la.

Inicialmente, ele usava capas de romances conhecidos como pulp fiction, livros impressos em papel de baixa qualidade a partir do início da década de 1920.

"Eu comecei a usar este tipo de livros porque eles eram de um período muito interessante da cultura pop, quando as imagens das capas eram usadas para vender livros e a variedade de expressões, emoções e personagens era enorme", disse Allen.

Depois, o trabalho se ampliou e ele começou a receber encomendas. Em uma das mais recentes, Allen foi convidado a fazer fotos "positivas e edificantes" inspiradas em clássicos infantis, para decorar as paredes do Centro Charlotte R. Bloomberg para Crianças e o prédio Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan do Hospital Johns Hopkins.

O fotógrafo escolheu "Tudo Depende De Como Você Vê as Coisas", o clássico de 50 anos de Norton Juster, "Stuart Little", de E. B. White, e "Hoops", de Walter Dean Myer.

Baseando-se em personagens e ideias contidos nas obras, ele criou silhuetas que eram então recortadas das páginas de livros.

"Me sinto muito privilegiado em poder ser parte deste projeto e ver o trabalho nas paredes foi definitivamente um ponto alto da minha carreira", disse Allen.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.