BBC navigation

Fotógrafo transforma trens em movimento em feixes de luz

Atualizado em  1 de maio, 2012 - 07:36 (Brasília) 10:36 GMT

Galeria de Fotos: Trens de luz

  • Foto: Aaron Durand
    O fotógrafo americano Aaron Durand transforma trens em movimento em "feixes de luz" em suas imagens. Foto: Aaron Durand
  • Foto: Aaron Durand
    Quando começou a fotografar, o principal tema de seu trabalho era a arte urbana. "O grafite (como tema) torna usar uma câmera relativamente fácil, porque as paredes não se movem. Então, você pode ter calma para fazer as imagens", disse Durand à BBC Brasil. Foto: Aaron Durand
  • Foto: Aaron Durand
    "Muitos dos lugares onde há grafite ficam perto de trilhos de trem, para que os passageiros vejam a arte. Assim que fiquei satisfeito com meu trabalho como fotógrafo de grafite, apontei a câmera para o outro lado e comecei a fotografar os trens que estavam passando." Foto: Aaron Durand
  • Foto: Aaron Durand
    Durand conta que as imagens são sempre feitas à noite, de preferência logo após o pôr-do-sol, e como o trabalho ainda é um hobby, a maioria das fotos foi feita perto de San Francisco, na Califórnia, onde ele vive. Foto: Aaron Durand
  • Foto: Aaron Durand
    O efeito de luz é conseguido usando velocidade baixa no obturador. Foto: Aaron Durand
  • Foto: Aaron Durand
    "Cada imagem captura a passagem de um trem. E, em cada caso, isso leva algo entre 30 e 90 segundos. Isso não conta o tempo de chegar lá, preparar tudo, descobrir que trem vai passar e em que direção. Essas coisas levam tempo, mas quase sempre tiramos as fotos depois do trabalho, por diversão." Foto: Aaron Durand
  • Foto: Aaron Durand
    Fotografar perto, ou mesmo sobre, trilhos de trem pode ser perigoso, por isso Durand diz que sempre faz o trabalho acompanhado. "Segurança em primeiro lugar, sempre." Foto: Aaron Durand
  • Foto: Aaron Durand
    Para ver outras fotografias, acesse: http://www.aarondurand.com/

Feixes de luz

O fotógrafo americano Aaron Durand transforma trens em movimento em "feixes de luz" em suas imagens.

Quando começou a fotografar, o principal tema de seu trabalho era a arte urbana.

"O grafite (como tema) torna usar uma câmera relativamente fácil, porque as paredes não se movem. Então, você pode ter calma para fazer as imagens", disse Durand à BBC Brasil.

"Muitos dos lugares onde há grafite ficam perto de trilhos de trem, para que os passageiros vejam a arte. Assim que fiquei satisfeito com meu trabalho como fotógrafo de grafite, apontei a câmera para o outro lado e comecei a fotografar os trens que estavam passando."

Durand conta que as imagens são sempre feitas à noite, de preferência logo após o pôr do sol, e como o trabalho ainda é um hobby, a maioria das fotos foi feita perto de San Francisco, na Califórnia, onde ele vive.

O efeito de luz é conseguido usando velocidade baixa no obturador.

"Cada imagem captura a passagem de um trem. E, em cada caso, isso leva algo entre 30 e 90 segundos. Isso não conta o tempo de chegar lá, preparar tudo, descobrir que trem vai passar e em que direção. Essas coisas levam tempo, mas quase sempre tiramos as fotos depois do trabalho, por diversão."

Fotografar perto de trilhos de trem pode ser perigoso, por isso Durand diz que sempre faz o trabalho acompanhado.

"Segurança em primeiro lugar, sempre."

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.