'Supercentenário' brasileiro faz sucesso nos EUA com seu estilo de vida saudável

Atualizado em  14 de março, 2012 - 07:26 (Brasília) 10:26 GMT
Bernardo LaPallo (arquivo pessoal)

Lapallo come peixe três vezes por semana, mas não ingere carne vermelha

Alegando ter 110 anos, Bernando LaPallo Júnior aparenta algumas décadas a menos. Os cabelos pretos, a lucidez e a grande disposição chamam a atenção de todos. Já a pele perfeita, viçosa e sem rugas conquista admiradores e, ao mesmo tempo, causa inveja aqueles que gastam fortunas com cremes e tratamentos estéticos e não conseguem resultado semelhante.

Apesar de não ter mais sua certidão de nascimento, LaPallo conta que nasceu em 1901 em Vitória, no Espírito Santo. Ele decidiu revelar ao público sua receita de jovialidade com a publicação do livro: Age Less, Live More - ainda sem data de publicação no Brasil - em que atribui sua saúde e longevidade a uma dieta alimentar restrita e a outros hábitos de saúde naturais e alternativos.

Por conta do livro publicado há pouco mais de três anos, ele também tem feito vídeos com suas receitas culinárias favoritas, ministrado palestras em unversidades americanas sobre os segredos de sua vitalidade e dado consultoria sobre alimentação.

A receita dele é simples. "Sigo uma rotina diária: faço uma caminhada logo depois de acordar, tomo café da manhã com uma xícara de chá verde, duas fatias de pão integral com manteiga de amendoim e mel. Depois, tomo banho e passo azeite de oliva no rosto e no corpo", revelou à BBC Brasil. "No almoço, como uma sopa de cevada com cereais, pão integral e dois copos de água. Às 16 horas, preparo o meu jantar: uma salada, chá e alguns vegetais."

Lapallo não consome carne de vaca, frango, porco, leite ou derivados. Mas come peixe três vezes por semana, em pequena quantidade, cerca de 120 gramas cada vez. De acordo com ele, “é muito importante não comer demais, porque a digestão de grandes quantidades representa um consumo de energia muito grande pelo organismo.”

Bernardo (arquivo pessoal)

Bernardo: "Se você cuidar bem do seu corpo, ele cuidará de você"

Legumes, frutas, sopas, sucos, peixe e uma dieta orgânica geral compõem a base de sua alimentação. De acordo com ele, alho, azeite de oliva, canela, chocolate e mel são os cinco alimentos-chave que o mantém saudável. Ele também bebe muita água durante o dia e gosta de um suco feito com maçã, couve e ervas. Não come fast food, não bebe álcool ou fuma.

De Mesa, no Arizona, onde vive desde 2004, ele diz que outro ponto importante é se alimentar em horários regulares. "Assim, todo o corpo pode funcionar melhor. Se você cuidar bem do seu corpo, ele cuidará de você", assinalou.

Criança

Filho de pai brasileiro e mãe americana, LaPallo mudou-se para os Estados Unidos aos cinco anos de idade.

"Meu pai veio estudar medicina e sempre foi muito rígido com o aprendizado do inglês. Nunca tive a oportunidade de aprender realmente o português e, aos poucos, fui esquecendo o idioma", afirma o brasileiro ao lembrar que ainda guarda muitas recordações do Brasil e considera a praia de Copacabana a mais linda do mundo.

LaPallo passou a ter um maior convívio com a comunidade brasileira nos Estados Unidos depois de ter lançado seu livro, aos 107 anos de idade. Desde então, uma bandeira brasileira faz parte da decoração da sala de sua casa.

"Quero muito visitar o Brasil no próximo ano. Até lá, pretendo voltar a aprender o português", disse LaPallo, que esteve no Brasil pela última vez em 1974 e ainda não sabe como é o país depois do fim da ditadura. "Até lá, pretendo estar falando português."

Apesar da idade avançada, o capixaba ainda mantém um grande apetite pela vida.

"Há cerca de dois meses fui fazer alguns exames de rotina. Mas não costumo consultar médicos. Eles não são bons para mim. Eles sempre receitam um monte de pílulas e isto não é bom. Eu não tomo o remédio deles", afirmou o brasileiro, que casou três vezes, teve três filhos, quatro netos e dois bisnetos. "Nunca fiquei doente. Nunca tive um resfriado. Eu me sinto ótimo e espero viver até pelo menos os 125 anos."

Problemas

Bernardo (arquivo pessoal)

Ele diz que pretende voltar a aprender o português

LaPallo, foi educado em uma prestigiosa escola de artes culinárias francesa e até a aposentadoria trabalhou como chef em navios e balneários. Depois disto, estudou massagem, reflexologia e podologia em Nova York e passou a atuar nestas áreas.

São todos estes ramos em que se especializou que dominam as estantes cheias de livros que tem em casa.

Além de leitor voraz, ele mantém o cérebro afiado fazendo palavras cruzadas e jogando damas.

Ele recorda que desde pequeno aprendeu com o pai, médico fitoterapeuta, que com uma nutrição adequada e fazendo exercícios regularmente teria boa saúde.

De acordo com estudos, longevidade vem de berço: mais da metade dos centenários no mundo tem parentes que atingiram os 100 anos ou mais. Além disto, especialistas também acreditam que bons hábitos como nutrição de qualidade, atividade física regular e uma boa quantidade de sono podem até mudar a estrutura genética.

Com Lapallo não é diferente. A longevidade é também um presente de família. O pai viveu até os 98 anos de idade. A mãe até os 105 e a avó faleceu aos 107 anos.

Integrante do seleto grupo dos supercentenários – pessoas que atingiram a idade de 110 anos ou mais -, ele diz que as pessoas costumam lhe perguntar o que faz para se manter jovem.

"Eu sempre respondo: você já prestou atenção no que os mais velhos falam, que você é o que você come?"

Maria Gomes Valentim, que viveu 114 anos e 347 dias, é até agora a única supercentenária brasielira a ser confirmada documentalmente pelas autoridades competentes.

A pessoa mais velha de sempre é a francesa Jeanne Calment, que faleceu em1997com 122 anos e 164 dias.

Atualmente, há no mundo menos de 100 pessoas, a maioria mulheres, autenticadas com mais de 110 anos de idade. Contando os que ainda não foram reconhecidos, estima-se que haja entre 300 e 450 supercentenários. Muitos não conseguem documentos para comprovar sua idade e/ou seu nascimento.

LaPallo, que não tem mais o registro de nascimento brasileiro, conta com um blog em que escreve sobre seu livro, sua história e muitas dicas saudáveis. Também está no Facebook, prepara-se para o lançamento de seu segundo livro e alimenta o sonho de abrir um restaurante no próximo ano.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.