Romney abre vantagem por candidatura republicana à Presidência dos EUA

Atualizado em  7 de março, 2012 - 04:49 (Brasília) 07:49 GMT
Mitt Romney

Mitt Romney foi o principal vencedor da megarrodada de votações chamada de Super-Terça

Mitt Romney, pré-candidato às eleições americanas de novembro, abriu vantagem sobre seus adversários de partido na corrida pela conquista da candidatura, procurando mostrar que tem fôlego para derrotar nas urnas o atual presidente democrata americano, Barack Obama.

Na megarrodada de votações internas que mobilizou mais de dez Estados na terça-feira, o desempenho de Romney e de seu principal rival, o ex-senador católico Rick Santorum, rendeu horas e horas de comentários e análises na mídia americana sobre o páreo acirrado entre os dois.

Mas no fim foi Romney quem levou a melhor, ampliando a diferença para Santorum. Ganhou as primárias em Massachusets – Estado que governou –, Virginia, Vermont, Ohio e Idaho. Já Santorum levou os Estados mais conservadores, Oklahoma, Tennessee e Dakota do Norte.

Como esperado, o terceiro colocado no páreo, Newt Gingrich, venceu na Geórgia, sua base eleitoral. Ron Paul, um republicano libertário que tem se mantido na lanterna da disputa, conseguiu boas votações em alguns Estados, mas não terminou em primeiro em nenhum.
Batalha de Ohio.

Dos dez Estados que foram às urnas na terça-feira, foi Ohio que mais capturou a atenção da imprensa americana. Quase por superstição: como o Estado tradicionalmente não se alinha com ninguém – é um dos chamados “Estados-pêndulo” –, uma vitória em Ohio é como um bom presságio para uma candidatura.

Nos últimos dias, os candidatos fizeram campanha intensa no cobiçado colégio eleitoral, e a expectativa dos resultados, divulgados quando já se havia computado grande parte de todos os outros Estados, dominou a pauta da imprensa.

Ao fim, Romney conseguiu bater Santorum, que não conseguiu se qualificar para ter o nome escrito nas cédulas de alguns distritos, por um fio: 38% a 37%.

Rick Santorum

Resultado da votação na terça põe Rick Santorum em situação difícil

Como as regras mandam que os delegados sejam divididos quase que proporcionalmente à votação, o resultado prático foi sobretudo moral. Mas indiscutivelmente importante.

Em um discurso cheio de sorrisos em Ohio, Romney fez menção ao tema no qual pretende insistir se for escolhido para disputar a eleição com Obama.

"Outras pessoas nessa corrida debatem economia. Mas eles leram sobre economia, eles discutiram economia nas reuniões do subcomitê", alfinetou. "Eu estive nela."

Passo adiante

Os eleitores republicanos escolheram os delegados que votarão na convenção do partido, em agosto. Segundo as últimas contagens, que variam de acordo com a fonte, Romney tem agora a promessa de que 386 votarão por sua candidatura, enquanto Santorum tem cerca de 156.

Para vencer a indicação à Presidência, um candidato precisa de 1.144.

Dada a grande diferença no número de delegados, a organização e sobretudo o nível de recursos da campanha de Romney – na casa dos U$ 100 milhões, cerca dez vezes mais que a de Santorum –, os resultados da Super Terça dificultam a possibilidade de o segundo colocado reverter o placar.

Além disso, o passo de Romney em direção à indicação pode levar figurões do Partido Republicano a endossarem sua candidatura, influenciando os eleitores de outros Estados.

Quanto mais forte um candidato se torna na corrida pré-eleitoral, maior a pressão sobre seus rivais para desistir no meio do caminho e ceder seus delegados para o vencedor. Na época da convenção, o candidato é praticamente aclamado.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.