BBC navigation

Modelo atacada com ácido recupera visão após cirurgia com células-tronco

Atualizado em  6 de fevereiro, 2012 - 12:41 (Brasília) 14:41 GMT
Katie Piper (PA)

Katie Piper já passou por mais de cem cirurgias após ataque com ácido

Uma ex-modelo e apresentadora de TV britânica que ficou parcialmente cega após um ataque com ácido teve a visão restaurada após uma cirurgia com células-tronco.

Katie Piper, de 29 anos, sofreu queimaduras de terceiro grau e ficou desfigurada depois que um ex-namorado mandou que um rapaz jogasse ácido sulfúrico em seu rosto, em 2008.

Após mais de cem cirurgias, a maior parte das cicatrizes desapareceu, mas o olho esquerdo continuava prejudicado.

Em entrevista à BBC, Piper contou que não conseguia enxergar silhuetas e tinha uma péssima noção de profundidade.

"Depois de passar três anos e meio tentando aceitar que eu sempre seria cega de um olho, eu ouvi sobre uma cirurgia pioneira que tinha o potencial de restaurar minha visão com o extraordinário poder das células-tronco", escreveu Piper no website da fundação que ela criou para ajudar vítimas de queimaduras, a Katie Piper Foundation.

"Eu entrei em contato com o médico responsável e me apresentei como voluntária para ser uma das poucas pessoas no mundo a passar pelo tratamento, que envolvia colocar células-tronco diretamente no meu olho."

Doador anônimo

Katie Piper (Getty)

Piper sofreu queimaduras de terceiro grau no rosto

Médicos no Queen Victoria Hospital, no condado de West Sussex, no sudeste da Inglaterra, usaram tecidos da córnea de um doador anônimo para desenvolver as células, que foram então costuradas ao olho de Piper.

Seu olho foi então coberto com uma membrana amniótica, que envolve o embrião dentro do útero e que foi doada por mulheres que passaram por cesáreas, que servia como curativo.

Após algumas semanas, ela começou a perceber os resultados.

"Eu já tinha me resignado (com a perda da visão em um olho). Agora, ter isso restaurado é uma sensação maravilhosa", diz.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.