Rebeldes líbios dizem ter capturado Khadafi

Atualizado em  20 de outubro, 2011 - 09:48 (Brasília) 11:48 GMT
Khadafi/AFP

Não está claro se líder deposto estaria vivo ou morto

O líder deposto da Líbia, Muamar Khadafi, teria sido capturado nesta quinta-feira em sua cidade natal, Sirte, segundo fontes do Conselho Nacional de Transição (CNT).

No entanto, surgiram relatos contraditórios sobre se ele está vivo ou não. O canal pró-CNT Libya TV, baseada no Catar, disse que o corpo de "Khadafi morto está sendo transferido para Misratah".

Pouco antes, fontes do CNT disseram que o líder deposto teria sido capturado com vida.

"Ele foi capturado, está muito ferido, mas ainda respira", disse Mohamed Leith à agência AFP. Ele disse ter visto Khadafi, que vestia um uniforme cáqui e um turbante.

A informação teria sido confirmada pelo canal de TV líbio Libya lil Ahrar e pelo comandante do CNT Abdel Majid à agência Reuters por telefone.

O canal de TV Free Libya afirmou que o líder do CNT, Mustafá Abdel Jalil, fará um pronunciamento à nação ainda nesta quinta-feira.

Khadafi/AFP

A foto de Khadafi capturado não foi confirmada independentemente

Forças do CNT combatem os últimos bolsões de rebeldes partidários de Khadafi em Sirte nesta quinta-feira.

A correspondente da BBC em Trípoli Caroline Hawley disse que embora a captura não tenha sido confirmada, estão sendo realizadas diversas celebrações na cidade, com o som de buzinas e o de armas disparando para cima.

Um rebelde líbio disse à BBC ter encontrado Khadafi escondido em um buraco em Sirte. O líder deposto teria pedido a ele para não atirar.

Não há confirmação independente dos relatos. A Líbia é o terceiro país árabe, após Tunísia e Egito, a ter seu regime deposto pela onda de levantes conhecida como Primavera Árabe.

Reações

Reagindo aos relatos da morte de seu antigo aliado, o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, disse que a campanha militar na Líbia teria acabado.

"Sic transit gloria mundi (assim passa a glória do mundo)", disse ele em latim, antes de completar que "agora a guerra acabou".

O governo americano disse estar monitorando os relatos da morte de Khadafi.

A Otan confirmou ter alvejado um comboio de simpatizantes de Khadafi que deixavam Sirte, mas não está claro se o líder deposto estava nos veículos.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.