Italianos vão às ruas protestar contra pacote do governo

Atualizado em  6 de setembro, 2011 - 18:58 (Brasília) 21:58 GMT

Player

Dezenas de milhares aderiram à greve geral em todo o país.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Segundo a maior central sindical do país, milhões de trabalhadores aderiram à greve

Dezenas de milhares de pessoas foram às ruas na Itália durante uma greve geral para protestar contra o governo de Silvio Berlusconi.

Os manifestantes criticaram as medidas de austeridade anunciadas pelo governo para lidar com a crise econômica que atinge o país.

Uma das cláusulas que vêm enfurecendo muitos trabalhadores é a que torna mais fácil a demissão de funcionários.

A greve afetou o sistema de transporte do país. Voos, trens e ônibus foram cancelados em diversas cidades, e muitos prédios públicos ficaram fechados.

Segundo a maior central sindical do país, milhões de trabalhadores aderiram à greve.

Os protestos fizeram com que o governo voltasse a anunciar mudanças no pacote, que prevê cortes de até 45 bilhões de euros.

O Parlamento deve votar nesta semana o plano de austeridade com as dezenas de ajustes propostos desde que ele foi formulado, no mês passado, diante da pressão do banco central europeu.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.