BBC navigation

Tufão deixa pelo menos 26 mortos e 50 desaparecidos no Japão

Atualizado em  5 de setembro, 2011 - 18:10 (Brasília) 21:10 GMT

Player

Milhares de pessoas ficaram isoladas no oeste do país depois que as fortes chuvas destruíram pontes, rodovias e estradas de ferro.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Tufão Talas. Foto: BBC

Milhares de pessoas ficaram isoladas com a destruição de pontes, rodovias e estradas de ferro

Pelo menos 26 pessoas morreram e mais de 50 estão desaparecidas depois da passagem do tufão Talas pelo oeste do Japão, no último sábado.

Milhares de pessoas ficaram isoladas depois que as fortes chuvas destruíram pontes, rodovias e estradas de ferro.

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihiko Noda, prometeu fazer de tudo para encontrar os desaparecidos e ajudar aos desabrigados.

Noda tomou posse apenas um dia antes do tufão chegar ao país. O primeiro-ministro passou seu primeiro fim de semana no cargo lidando com o desastre.

O Talas é considerado o pior tufão a atingir o japão desde 2004. Naquele ano, os números de mortos e de desaparecidos somaram 98 pessoas.

Segundo a mídia japonesa, as mortes foram registradas nos distritos de Nara e Wakayama, onde a chuva torrencial provocou deslizamentos de terra e fez os rios transbordarem.

Segundo a Agência Meteorológica do país, o tufão se deslocou para o Mar do Japão no domingo, mas ainda deixou um rastro de chuvas e fortes ventos no território nacional.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.