BBC navigation

Exposição mostra fotos inéditas de Hiroshima após bombardeio atômico

Atualizado em  9 de julho, 2011 - 20:11 (Brasília) 23:11 GMT

Player

Imagens, antes consideradas documentos sigilisos, foram feitas por autoridades americanas em 1945.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Uma exposição em Nova York está exibindo ao público imagens inéditas da cidade de Hiroshima logo após o bombardeio atômico de 1945.

As fotos, antes consideradas documentos sigilosos, foram feitas por autoridades americanas que visitaram a cidade japonesa no mesmo ano do bombardeio e mostram uma cidade devastada e transformada em escombros.

Foto de Hiroshima que é parte de exposição sobre a tragédia

Ao menos 80 mil pessoas morreram no dia do bombardeio

Para a curadora-assistente da exposição, Erin Barnett, uma das imagens mais impressionantes é a que mostra uma escola com apenas uma de suas paredes ainda de pé.

"É de partir o coração que só tenha sobrado uma parede e que as pessoas (ali) claramente tenham falecido", disse.

Ao menos 80 mil pessoas morreram no dia do bombardeio. Muitas outras morreram nos meses seguintes.

A exposição Hiroshima – Marco Zero – 1945 está em cartaz no International Center of Photography e reúne mais de 60 fotos da tragédia.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.