Museu de Londres mostra 'cruz e espinhos da coroa' de Jesus Cristo

Atualizado em  23 de junho, 2011 - 05:45 (Brasília) 08:45 GMT

Player

Relíquias estão expostas em mostra 'Tesouros do Paraíso' no Museu Britânico.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Uma nova exposição no Museu Britânico leva para Londres relíquias religiosas incluindo fragmentos que seriam da cruz onde Jesus Cristo foi crucificado e espinhos que seriam parte de sua coroa.

Além das supostas relíquias ligadas a Jesus, outras, como fragmentos de ossos que seriam de santos, também estão expostas em peças de ouro, relicários e imagens que representam o melhor da arte medieval.

Ao entrar na mostra Tesouros do Paraíso: Santos Relíquias e Devoção na Europa Medieval, o visitante encontra um ambiente com luzes e música que sugerem uma igreja.

O líder da Igreja Católica na Inglaterra e País de Gales, Arcebispo Vincent Nichols, afirma que uma visita à exposição seria "como uma peregrinação, pois muitos objetos expostos são indicadores do caminho para o paraíso".

Relicário onde estão fragmentos que seriam da cruz onde Jesus Cristo foi crucificado (BBC)

Relicário onde estão fragmentos que seriam da cruz onde Jesus Cristo foi crucificado

E Nichols afirmou considerar os fragmentos da cruz apresentados na mostra como verdadeiros.

"Este fragmento é venerado desde o ano 110, então, estou inclinado a dizer que é um pedaço legítimo da cruz de Jesus Cristo", disse.

A mostra também traz fragmentos e relíquias que seriam ligados a mais de uma dezena de santos.

Mas, para James Robinson, curador da mostra, é "impossível saber quais relíquias podem ser autênticas. Esta é uma questão de debate constante, se os objetos mostrados são realmente o que nós acreditamos que sejam".

Mas, as relíquias não foram populares apenas na Idade Média. Cerca de 300 mil pessoas visitaram recentemente na Grã-Bretanha a exposição dos restos mortais de Santa Tereza.

Então, um pé ou braço sagrado podem parecer estranhos, mas quando o Vaticano afirma que estes objetos representam Cristo e os santos, é porque sabe que eles ainda despertam admiração de muitos fiéis.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.