Ásia

Coreia do Sul acusa Norte por ataque de hackers contra banco

Caixas eletrônicos do banco NongHyup, em Seul.

Ataque cibernético impediu que clientes do banco de sacar dinheiro

Promotores sul-coreanos estão acusando a Coreia do Norte pelo ataque que paralisou um dos maiores bancos da Coreia do Sul no mês passado.

As operações do banco NongHyup, ligado à Federação Cooperativa Agrária Nacional, foram interrompidas durante três dias por causa de um ataque cibernético, impedindo os clientes de ter acesso a seu dinheiro.

A promotoria pública de Seul, capital sul-coreana, classificou o ataque de "terrorismo cibernético sem precedentes, deliberadamente planejado" pela Coreia do Norte.

Eles afirmaram que o programa utilizado para prejudicar as atividades do banco era o mesmo utilizado em ataques cibernéticos anteriores promovidos por hackers que estariam a serviço da Coreia do Norte.

Guerra cibernética

Segundo os promotores, um laptop usado por uma prestadora de serviços do banco passou a servir de "computador zumbi", operado à distância pela Coreia do Norte a partir de setembro de 2010.

Este computador teria sido utilizado para realizar o ataque ao banco.

Eles apuraram ainda que um dos endereços de protocolo de internet utilizados para penetrar no sistema de segurança do banco NongHyup foi o mesmo utilizado em março para outro ataque com origem no país vizinho.

O endereço de protocolo de internet (IP, na sigla em inglês) permite identificar a origem de dados enviados pela internet.

O programa usado para o ataque também seria semelhante ao que foi utilizado em julho de 2009, quando uma série de sites do governo sul-coreano foram atacados por hackers.

A mídia sul-coreana também já havia acusado a Coreia do Norte de manter uma equipe de guerra cibernética para penetrar nas redes governamentais e financeiras da Coreia do Sul e dos Estados Unidos.

Por causa do ataque recente, os serviços do banco NongHyup foram suspensos por três dias e os históricos dos cartões de crédito de alguns clientes foram deletados.

Tensão

Tecnicamente, as duas Coreias permanecem em estado de guerra desde a Guerra da Coreia (1950 - 1953).

Mas a tensão entre os países vizinhos cresceu nos últimos meses por causa de dois incidentes com mortes.

A Coreia do Sul culpa o Norte por afundar seu navio de guerra Cheonan em março de 2010, causando a morte de 46 membros da tripulação. A Coreia do Norte nega ter tido qualquer participação no incidente.

Em novembro de 2010, quatro sul-coreanos foram mortos quando soldados da Coreia do Norte bombardearam uma ilha na fronteira entre os países.

BBC navigation

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.