Europa

Partido anti-imigração obtém votação recorde na Finlândia

Líder do partido Verdadeiros Finlandeses, Timo Soini comemora votação histórica

Um partido nacionalista da Finlândia que é contra a imigração obteve uma votação recorde nas eleições gerais deste domingo.

Com praticamente todos os votos computados, o partido Verdadeiros Finlandeses conquistou um quinto dos votos e ampliou em mais de quatro vezes sua presença no Parlamento, em comparação ao desempenho na eleição de 2007.

O Partido da Coalizão Nacional saiu vitorioso da votação, mas precisará se aliar a outras legendas para formar um governo.

Considerado “eurocético”, o partido Verdadeiros Finlandeses se opõe ainda aos pacotes de ajuda financeira concedidos pala União Europeia para países do bloco que enfrentam crise, como ocorreu com a Grécia e deve ocorrer com Portugal.

Portugal

De acordo com correspondentes da BBC no país, o novo peso do partido pode influenciar decisões no bloco europeu.

Em teoria, a Finlândia poderia vetar o auxílio a Portugal, porque diferentemente de outros paises da zona do euro, seu Parlamento pode votar sobre a decisão de aprovar ou rechaçar as medidas do bloco.

Com a eleição deste domingo, o Partido de Coalizão Nacional obteve 44 assentos no Parlmento, seguidos pelos partidos Sociais democratas (42 postos), Verdadeiros Finlandeses (39) e Central (35). O restante das 200 vagas foi ocupada por partidos menores ou independentes.

Atualmente, o país é governado por uma coalizão formada por quatro partidos favoráveis à União Europeia, liderada pelo Partido Central e de Coalizão Nacional, da premiê Mari Kiviniemi.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.