Esporte

Cientistas projetam 'nuvem artificial' para Copa do Catar

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Tocar com outro programa

Cientistas da Universidade do Catar apresentaram o projeto de um aparelho que funcionaria como uma “nuvem artificial” para amenizar o calor previsto nos jogos da Copa do Mundo de 2022, a ser realizada no país.

O calor do verão no Catar é uma das principais preocupações da Fifa e da organização do Mundial.

Foto: Universidade do Catar

Aparelho comandado por controle remoto flutuaria sobre estádios

Os pesquisadores do Departamento de Engenharia Industrial da universidade criaram uma animação que mostra como funcionaria o aparelho. Movido a energia solar, ele seria comandado por controle remoto e construído com uma liga de carbono leve e resistente.

A “nuvem” flutuaria no céu com a ajuda de gás hélio, bloqueando os raios solares e refrescando o estádio onde se realiza o jogo. O aparelho também seria programado para mudar de posição de acordo com o movimento do sol.

Calcula-se que construir o aparelho custaria algo em torno de US$ 500 mil, mas o custo poderia ser menor se mais “nuvens” forem produzidas em grande escala.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.