Economia

Número de bilionários é recorde em 2011, diz Forbes

Os EUA permanecem o país com o maior número de bilionários

O número de bilionários em todo o mundo atingiu o recorde de 1.210 neste ano, segundo a 25ª edição da lista copilada anualmente pela revista americana Forbes, divulgada nesta quarta-feira.

Em 2010 haviam 1.011 bilionários no mundo, de acordo com a Forbes.

A fortuna combinada destes bilionários também é recorde, somando US$ 4,5 trilhões.

Até o ano passado, apenas os Estados Unidos haviam produzido mais de 100 bilionários, mas a lista atual aponta 115 chineses e 101 russos entre os mais ricos.

Mais ricos

Países dos Bric (Brasil, Rússia, Índia e China) produziram 108 dos 214 novos nomes que entraram na lista deste ano.

Um em cada quatro bilionários vem destes países. Há cinco anos, a proporção era de um em cada dez bilionários.

O mexicano Carlos Slim manteve pelo segundo ano consecutivo o posto de mais rico do mundo, com fortuna avaliada em US$ 74 bilhões. O gigante do ramo de telecomunicações acumulou US$ 20,5 bilhões apenas em 2010.

Eike Batista/Agência Brasil

O brasileiro aumentou sua fortuna em US$ 3 bilhões em 2010

Em segundo lugar, está o co-fundador da Microsoft, o americano Bill Gates, que perdeu a primeira posição ao doar mais de US$ 30 bilhões para a caridade. Atualmente Gates tem fortuna de US$ 56 bilhões.

O investidor, também americano, Warren Buffett é o terceiro mais rico com US$ 50 bilhões.

O brasileiro Eike Batista manteve a oitava posição com fortuna de US$ 30 bilhões, um aumento de US$ 3 bilhões durante 2010.

O número de mulheres na lista subiu de 89 no ano passado para 102. Os EUA permanecem o país com a maior quantidade de representantes, 413, dez a mais do que em 2010.

O bilionário mais jovem da lista é Dustin Moskovitz, do Facebook, com US$ 2,7 bilhões aos 26 anos de idade. O mais velho é o suíço Walter Haefner, com 100 anos e fortuna de US$ 4 bilhões.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.