Oriente médio

Crise na Líbia faz preço do petróleo bater novo recorde

Risco de uma guerra civil na Líbia fez petróleo bater recorde

O preço do barril de petróleo atingiu um novo recorde nesta segunda-feira, em meio a temores de que a crise na Líbia se transforme em uma guerra civil e se espalhe para outros países produtores na região.

Nos Estados Unidos, o preço do barril do petróleo do tipo leve aumentou US$ 1,95, chegando a US$ 106,75 do barril - o maior valor dos últimos dois anos e meio.

Já o petróleo tipo Brent, negociado em Londres, teve uma alta de US$ 1,92 e atingiu US$ 117,89 o barril, próximo ao recorde de US$ 119,79.

A recente alta no preço do petróleo se deu após notícias de que a cidade de Ras Lanuf, um importante polo petroleiro líbio, havia se convertido em um palco de batalha entre opositores e forças leais ao líder Muamar Khadafi, inclusive com ataques aéreos das forças do governo.

Bombardeio

Líderes da oposição afirmaram nesta segunda-feira temer que Khadafi bombardeie em breve as instalações petrolíferas, como estratégia para retomar o controle do leste do país.

Os Estados Unidos indicaram que estão considerando utilizar suas reservas de petróleo para controlar o aumento do valor do barril.

No entanto, até mesmo essa medida não conseguiu acalmar o mercado.

“Há muita preocupação com o que estamos vendo na Líbia. O mercado está sendo conduzido pelo medo”, afirmou Jonathan Barratt, analista da corretora Commodity Broking Services.

“Cada vez que o preço sobe um pouco, as pessoas são forçadas a negociar. E enquanto houver esse movimento, o preço vai continuar a subir.”

Segundo Barratt, o preço do petróleo leve pode chegar a US$ 120 o barril mesmo se não houver problemas de fornecimento.

Tópicos relacionados

    BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

    Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.