França

Apoio à candidatura da filha de Le Pen surpreende franceses

Marine Le Pen

Marine Le Pen lidera Frente Nacional desde janeiro

Uma pesquisa de opinião surpreendeu a França ao indicar que a líder da extrema-direita Marine Le Pen pode liderar o primeiro turno as próximas eleições presidenciais do país.

A pesquisa, do jornal Le Parisien, coloca Marine, líder da Frente Nacional – cargo antes ocupado por seu pai, Jean-Marie Le Pen – na frente de todos os demais candidatos no pleito previsto para o ano que vem.

O Le Parisien deu a Marine 23% das intenções de voto, dois pontos percentuais à frente do presidente Nicolas Sarkozy e da esquerdista Martine Aubry.

Mas alguns analistas questionaram a veracidade da pesquisa, realizada pela internet. Críticos dizem que esse tipo de pesquisa é bem menos confiável do que as feitas por telefone.

Além disso, ainda não está confirmado se a esquerdista Aubry será a candidata escolhida pelo Partido Socialista, o que também poderia interferir no resultado da pesquisa.

Ainda assim, o fato de Marine Le Pen aparecer tão bem colocada nas intenções de voto e à frente de Sarkozy é surpreendente, relata o correspondente da BBC em Paris, Hugh Schofield.

Marine, 42, lidera a Frente Nacional desde janeiro e aparece como sucessora de seu pai. Seu trunfo é contar com apoio dentro da classe média francesa.

Jean-Marie Le Pen disputou (e perdeu) o segundo turno das eleições de 2002 com Jacques Chirac, mas nunca teve apoio semelhante ao que está sendo recebido por sua filha, segundo Schofield.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.