Economia

Cidade espanhola recorre à peseta para estimular a economia

Nota de peseta

Calcula-se que milhares de notas de pesetas não tenham sido convertidas

Uma pequena cidade no norte da Espanha decidiu reintroduzir a antiga moeda espanhola, a peseta, para estimular a economia local.

Lojistas em Mugardos fizeram um apelo aos cidadãos que tenham guardado velhas notas de pesetas, pedindo a eles que usem as moedas no comércio, juntamente com o euro (adotado pela Espanha há nove anos).

Cerca de 60 lojas aceitarão as notas antigas em Mugardos, uma cidade pesqueira na Galícia que sentiu fortemente os efeitos da crise econômica e do desemprego na Espanha.

Os comerciantes estavam relutantes no começo, mas agora dizem que a volta da peseta foi um sucesso.

Até mesmo pessoas de outras cidades foram a Mugardos apenas para gastar notas antigas que nunca haviam sido convertidas para o euro.

Nesta semana, um homem visitou a loja de ferramentas local com uma nota de 10 mil pesetas que havia achado em sua casa e que, até então, não sabia o que fazer com ela. Em Mugardos, a nota foi trocada por uma sanduicheira.

Conversão

O euro foi introduzido na Espanha em janeiro de 2002, e, na época, os espanhóis tiveram três meses para trocar suas notas antigas em qualquer banco do país.

Atualmente, apenas o Banco da Espanha aceita trocar pesetas por euros.

O banco relata que muitas notas de pesetas nunca foram trocadas – o equivalente 1,7 bilhão de euros (R$ 3,9 bilhões). Acredita-se que essas notas tenham sido esquecidas, tenham se perdido nas casas ou sejam guardadas por colecionadores.

É dessa reserva que os comerciantes de Mugardos quer tirar proveito.

Mas o Banco da Espanha supõe que metade das notas de pesetas perdidas talvez nunca retorne ao comércio – muitas podem estar nos bolsos de turistas e podem ter deixado o solo espanhol anos atrás.

BBC navigation

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.