Economia

Espanha tem número recorde de desempregados

Espanhois fazem fila em agência de empregos do governo

Espanha tem o maior desemprego entre os países desenvolvidos

A taxa de desemprego na Espanha voltou a crescer no último trimestre do ano passado e atingiu 20,33%, maior nível desde 1997, segundo os dados oficiais divulgados nesta sexta-feira pelo governo espanhol.

Segundo o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), o total de pessoas procurando emprego no país chegou a 4.697 milhões, maior número absoluto desde o início das estatísticas oficiais, em 1976.

O nível de desemprego da Espanha é o maior entre os países desenvolvidos.

O aumento do desemprego no último trimestre ocorreu após um respiro no trimestre anterior, quando a taxa havia caído pela primeira vez desde 2007.

A Espanha é um dos países mais afetados pela crise econômica global iniciada em 2008. O estouro de uma bolha no mercado imobiliário levou a Espanha a enfrentar uma grave recessão.

Segundo o INE, o número de famílias com todos os membros desempregados chegou a 1,328 milhão – um aumento de 35.600 em relação ao trimestre anterior -, enquanto o número de lares com todos seus membros empregados caiu 39.400 para chegar a 9.220 milhões.

Os dados indicam ainda que o nível de desemprego entre a população estrangeira da Espanha supera os 30% e está quase 12 pontos acima do nível de desemprego entre os cidadãos espanhois.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.