Paquistão

Explosão atinge centro da maior cidade do Paquistão

Militar e voluntário levam ferido de explosão em Karachi

Explosão deixou uma cratera no centro de Karachi

Uma forte explosão atingiu o centro de Karachi, a maior cidade do Paquistão, no início da noite desta quinta-feira.

Segundo a polícia, pelo menos 20 pessoas morreram e cerca de 100 ficaram feridas no incidente.

De acordo com informações do canal de televisão paquistanês Geo TV, no entanto, o número de mortos é de pelo menos 18 pessoas.

O incidente ocorreu em frente ao prédio do Departamento de Investigações Criminais de Karachi, a polícia antiterrorismo paquistanesa, e teria reduzido partes do edifício a uma pilha de escombros.

Outros prédios próximos da explosão ficaram muito danificados pela explosão, que também despedaçou janelas em um raio de mais de três quilômetros.

O local da explosão não fica longe da residência do ministro-chefe da Província de Sindh, no sul do país.

Uma testemunha disse à agência de notícias AP que a explosão deixou uma cratera de três metros de diâmetro, o que sugere que foi um ataque com carro-bomba.

Outra testemunha disse à BBC que ouviu disparos antes da explosão.

"Eu jogava tênis do outro lado da rua, no Clube Karachi, quando ouvi disparos e, depois, uma grande explosão", disse Ali Zaidi. "Todos entraram em pânico e começaram a correr para os vestiários. Alguns de meus amigos ficaram feridos e foram levados para o hospital."

A explosão ocorreu no final do turno de trabalho, quando a cidade está lotada de pessoas voltando para suas casas, no início da noite.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo atentado, mas o Talebã foi o responsável por vários outros ataques parecidos contra prédios da polícia e do Exército nos últimos anos.

Karachi, a capital comercial do Paquistão, tem um histórico de violência e disputas sectárias entre a maioria sunita e a minoria xiita muçulmana.

A cidade também foi palco de uma série de tiroteios nos últimos anos, alguns deles devido a problemas entre as facções, e que deixaram muitos mortos.

BBC navigation

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.