China

Artista chinês diz estar em prisão domiciliar em Pequim

Ai Weiwei

Ai costuma falar sobre direitos humanos na China

O célebre artista e ativista político chinês Ai Weiwei afirma ter sido colocado em prisão domiciliar.

Segundo Ai, as autoridades querem impedir que ele viaje a Xangai, onde pretende organizar uma festa para destacar a demolição forçada de um estúdio que o artista mantém na cidade.

Ai é famoso por ter ajudado a criar o estádio Ninho do Pássaro, usado nas Olimpíadas de Pequim em 2008.

O artista disse à BBC que está proibido pela autoridades de deixar sua casa desde sexta-feira e que a proibição vai até meia-noite deste domingo, dia em que ele pretendia fazer um jantar de despedida em seu estúdio em Xangai.

Ai foi inicialmente convidado para desenhar seu estúdio, mas o local acabou sendo declarado ilegal por falta de documentação e deve ser demolido.

“Por favor aceitem minhas desculpas”, Ai disse pelo Twitter a seus convidados para o jantar.

Jantar

Ele pretendia servir caranguejo na festa, o que pode ter sido interpretado pelas autoridades como uma provocação – em chinês, a palavra caranguejo tem som semelhante a um eufemismo usado para designar censura.

Nascido em Pequim em 1957, Ai vem tendo papel-chave na arte contemporânea chinesa nas últimas duas décadas e costuma falar sobre questões de direitos humanos no país.

Sua mais recente instalação, com sementes de girassol, está em exibição no museu Tate Modern, em Londres.

As sementes são um aperitivo popular entre os chineses, mas Ai diz que elas também são um “símbolo revolucionário”.

Durante a Revolução Cultural chinesa, a propaganda oficial mostrava o líder Mao Tsé-Tung como o sol e as massas populares como girassóis voltados em sua direção.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.