Mulher descobre que foi estuprada ao ver vídeo do ataque

Vítima de estupro

A vítima só soube do ataque quando um dos estupradores mostrou o vídeo

Três homens de Oxford, na Grã-Bretanha, foram condenados por um estupro que só foi descoberto pela vítima depois que ela viu um vídeo do ataque filmado com um celular.

Mohammed Shahjahan, de 27 anos, Nicholas Jones, 26, e Feizal Ali, 26, violentaram a mulher, de 23 anos, que não teve o nome divulgado, enquanto ela estava desmaiada em um apartamento em Oxford, em novembro de 2009.

Ela havia bebido três coquetéis de vodca com Red Bull e não se lembrava de ter sido estuprada. Duas semanas depois, um dos rapazes envolvidos no ataque mostrou a ela as imagens. Segundo a vítima, o momento da descoberta foi “um grande choque”.

Sentença

O juiz do caso, Julian Hall, descreveu o estupro como “um incidente deplorável que não teria sido descoberto não fosse o fato de Nicholas Jones tê-lo filmado, guardado e depois mostrado (as imagens) à vítima”.

Condenados por estupro

Shahjahan, Jones e Ali foram condenados pelo crime

Shahjahan, descrito pelo juiz como “um jovem arrogante, sem coração, sem vergonha e sem nenhuma consideração pela vítima”, foi condenado a oito anos e meio de prisão.

Já Jones, que se declarou culpado das acusações de ataque sexual e voyerismo, recebeu pena de três anos e meio de prisão e foi descrito como “um jovem decente que fez coisas absolutamente terríveis naquela noite”.

Feizal Ali foi condenado a três anos de prisão. Todos os três vão ter os nomes incluídos em uma lista de criminosos sexuais pelo resto da vida.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.