Saúde

Mulher quase morre ao tomar sorvete de leite de cabra

Sorvete

Rachel Devine não sabia que o sorvete continha leite de cabra

Uma turista de County Tyrons, na Irlanda do Norte, quase morreu ao sofrer uma reação alérgica após tomar um sorvete na Turquia.

Rachel Devine, de 24 anos, sofreu um choque anafilático e teve uma parada cardíaca minutos após comer o sorvete, que continha leite de cabra.

Devine passava férias na Turquia com o namorado quando o incidente aconteceu, em agosto.

Seu pai, Stephen Devine, disse que as reações rápidas do namorado e de moradores do local salvaram a vida da filha.

Segundo ele, Rachel descobriu que era alérgica a leite de cabra há dois anos.

Por causa disso, havia colocado um antialérgico na mala de viagem. O problema é que ela não sabia que o sorvete continha leite de cabra.

"Quando você tem uma reação alérgica a qualquer coisa, a primeira coisa que acontece é o fechamento das vias respiratórias", disse Stephen Devine.

Internação

Rachel foi levada para o hospital no complexo turístico onde estava hospedada. Depois, foi transferida para uma clínica especializada em Izmir, a 60 km de distância.

Choque Anafilático

  • Causado normalmente por uma alergia a algum alimento
  • A primeira reação é o inchaço e a sensação de coceira na região por onde o alérgeno entrou no organismo
  • As mucosas começam a inchar e a respiração se torna difícil
  • A pressão do sangue cai, a pessoa desmaia e perde a consciência
  • Dez dias mais tarde, a paciente foi transferida para a Irlanda do Norte e internada em um hospital em Londonderry, antes de ser levada para um outro hospital em Belfast.

    A reação alérgica fez com sua fala e seus movimentos fossem comprometidos. Rachel continua internada na Irlanda do Norte.

    "Ela está fazendo tratamentos intensivos de voz e de linguagem e também fisioterapia, para recuperar sua mobilidade", disse o pai.

    Segundo ele, no entanto, sua memória e sua personalidade estão intactos.

    BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

    Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.