Ásia

Coreia do Sul lança 1º foguete mas satélite se perde no espaço

Foguete da Coreia do Norte

O KSLV-1 tem 33 metros de altura e pesa 140 toneladas

A Coreia do Sul fracassou em sua primeira tentativa de colocar em órbita um satélite a partir de seu próprio território.

O lançamento do foguete que carregava o satélite foi realizado sem problemas, assim como a separação de partes do foguete. Mas o satélite acabou não entrando na órbita prevista e se perdendo no espaço.

O ministro da Educação, Ciência e Tecnologia sul-coreano, Ahn Byong-man, afirmou que o lançamento foi um "sucesso parcial".

"De acordo com os resultados que temos agora, podemos ver que fracassamos na tentativa de enviar o satélite científico exatamente para sua órbita planejada", afirmou.

Milhares de sul-coreanos acompanharam pela TV o lançamento, visto com grande desconfiança pela Coreia do Norte.

A Coreia do Norte recentemente sofreu sanções impostas pela ONU por causa do lançamento de um foguete em abril - tido por vários países como um teste de míssil disfarçado.

Nenhum satélite norte-coreano foi detectado no espaço, apesar de Pyongyang insistir que teria colocado em órbita terrestre um satélite e que este estaria transmitindo música.

O governo da Coreia do Sul entretanto rejeitou as comparações entre seu lançamento e o da Coreia do Norte, acrescentando que seu foguete é parte de um programa espacial comercial com fins pacíficos.

Mas analistas do setor de segurança sugeriram que um programa espacial, mesmo com fins comerciais, poderia alterar o equilíbrio estratégico no nordeste da Ásia, no longo prazo, pois toda a tecnologia de foguetes tem potencial para uso militar.

Este não é o primeiro satélite da Coreia do Sul, mas seria o primeiro a ser lançado de seu próprio território. O país conta com outros países para colocar seus satélite em órbita.

O plano inicial era lançar o foguete que levaria o satélite no final de julho, mas o lançamento foi adiado vários vezes devido a problemas técnicos.

O foguete que levou o satélite sul-coreano é um KSLV-1, de 33 metros de comprimento e 140 toneladas.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.