Ásia

Condutor de trem cochila e 'perde' duas estações na Índia

A malha ferroviária indiana é uma das maiores do mundo

Um trem de passageiros no Estado de Bihar, na Índia, passou sem parar por duas estações, pois seu condutor teria adormecido.

Os passageiros a bordo afirmaram que o condutor parou apenas depois que eles próprios conseguiram acordá-lo.

O incidente teria ocorrido depois que o trem expresso deixou a cidade de Forbesganj, em Bihar, na segunda-feira. Segundo autoridades ferroviárias indianas, o comboio passou sem parar pelas duas primeiras estações.

O trem passou direto pela estação de Dholbazza, e os passageiros entraram em pânico quando notaram que também não pararia na próxima, Pothia, em Kishanganj.

Quando alguns passageiros finalmente conseguiram chegar ao vagão de onde o condutor controlava o trem, eles teriam encontrado o homem cochilando.

"Disparamos o alarme e começamos a gritar, apenas aí o condutor acordou", disse o passageiro Vivek Thakur a um jornal local.

Depois de uma série de protestos dos que queriam descer nas estações perdidas, o condutor teve que voltar com o trem.

Suspensão

"Fomos informados que o condutor do trem passou por algumas estações locais em um estado de sono. Estes erros não podem ser tolerados", disse à BBC Babulal Gaekwad, gerente de divisão ferroviária para a região.

Os passageiros que esperavam para embarcar nas estações onde o trem não parou escaparam de um acidente, pois alguns estavam parados próximos à linha do trem, para entrar nos vagões lotados. Alguns chegaram a sofrer escoriações.

Manifestantes incendiaram trens em protesto contra decisão do governo

Uma autoridade do setor ferroviário indiano, Gopal Kumar, disse à BBC que o condutor e o guarda do trem foram suspensos e foi dada a ordem para o início de um inquérito.

Kumar admitiu que o trem não parou em algumas estações previstas e teve de voltar para estes pontos da linha, mas descreveu o fato como "um pequeno incidente, cuja proporção foi aumentada".

"Vamos deixar o inquérito chegar ao fim e apenas aí poderemos afirmaram se o condutor cochilou ou não", disse.

Incêndio

Autoridades ferroviárias nas estações onde o trem não parou pensaram que a mudança pudesse fazer parte de um programa de reorganização do novo ministro das Ferrovias, e alguns passageiros insatisfeitos começaram a protestar.

Na segunda-feira, moradores de um vilarejo indiano incendiaram dois trens em Bihar e saquearam uma estação ferroviária em protesto contra a decisão do governo de cancelar paradas de trens em estações mais remotas. A decisão foi revogada.

As ferrovias indianas, de propriedade do governo, formam uma rede imensa que liga todos os cantos do país.

A rede indiana é uma das maiores e mais usadas do mundo, com 9 mil trens de passageiros e 18 milhões de passageiros por dia.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.