Crise populariza marmitas decoradas no Japão

Com o agravamento da crise econômica mundial, os japoneses passaram a investir mais em uma tradição do país - preparar uma marmita para levar ao trabalho, à escola, evento esportivo e até em encontros casuais. Com isso, aumentou também a procura por cursos que ensinam os japoneses a "enfeitar" os pratos.

Uma pesquisa realizada recentemente pela Mizkan, uma empresa fabricante de vinagre, revelou que o item mais importante levado em consideração por quem prepara as marmitas é realmente o visual.

GALERIA DE FOTOS: MARMITAS DECORADAS JAPONESAS

No Japão, este tipo de marmita é chamada de kyaraben. Seria uma junção de kyara, do inglês character (personagem), e ben, do japonês bento (marmita, lanche ou merenda).

A criatividade dos japoneses é tanta que atualmente já existem livros e cursos especializados, que ensinam fazer de bichos e personagens de desenho animado a pessoas famosas. Tudo com comida.

Blog

Uma destas profissionais é a dona de casa que atende pelo pseudônimo de Kasumin. É uma das pioneiras no ramo, já lançou livros e sempre participa de programas de TV.

Kasumin começou por um acaso na arte das kyaraben, em 2004, depois que passou a inventar marmitas decoradas para o segundo filho levar à escola.

"Todos os dias tinha de fazer o lanche do meu filho. Era um trabalho quase mecânico e não tinha nenhum reconhecimento por parte dele", contou Kasumin à BBC Brasil. "Mas um dia resolvi criar algo mais interessante. Ao imaginar ele abrindo a tampa e tendo uma surpresa comecei a me motivar", lembra.

Assim, o que era uma obrigação virou um hobby para a japonesa. A fama chegou depois que ela passou a colocar fotos das marmitas num blog, que hoje tem cerca de 10 mil visitas diárias.

Além de personagens de desenhos animados, Kasumin prepara marmitas com caricaturas de artistas japoneses e temas tipicamente japoneses, como teatro Kabuki ou figuras de gueixas.

Para a japonesa, a crise econômica realmente fez aumentar a procura por cursos de preparo das marmitas.

"Mas o melhor de tudo foi as pessoas perceberem que a hora da refeição tem de ser um momento de prazer. Comer feliz, com certeza faz bem para o corpo e ajuda muito na digestão."

Marmita X restaurantes

As últimas pesquisas no Japão mostram que, com os problemas econômicos, as marmitas estão mais populares do que os restaurantes, por exemplo.

De acordo com uma pesquisa feita pela Associação de Serviços Alimentícios do Japão, as vendas nos restaurantes populares tiveram queda de quase 2% ano passado em comparação com o ano anterior. É a primeira redução no setor em cinco anos.

O número é baixo, mas analistas preveem que a queda será mais acentuada neste começo de ano.

Em contrapartida, as vendas de produtos nos supermercados tiveram um aumento de quase 1,5% em 2008, na comparação anual, de acordo com a Associação de Rede de Lojas do Japão.

O mercado de artigos para marmitas, que inclui de produtos congelados a pequenos enfeites, também comemora aumento nas vendas.

Segundo a Nichirei Foods, o consumo de produtos para marmitas representa mais de 30% do mercado de comidas prontas congeladas. Por ano, o setor movimenta cerca de US$ 5 bilhões.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.