Mesmo com redução de tarifas, atos são mantidos em SP e Rio

Notícias ao vivo

Atualizado pela última vez 20 junho 2013

19:12

Apesar da redução das tarifas do transporte público em São Paulo e Rio, anunciadas pelos prefeitos Fernando Haddad e Eduardo Paes e pelo governador paulista Geraldo Alckmin, novas manifestações foram realizadas na noite desta quarta-feira nas cidades e em diversos pontos do Brasil.

Grandes atos estão previstos para esta quinta-feira nas duas maiores cidades do país.

À noite, na av. Paulista, uma pequena multidão fechou parte da via durante algumas horas para comemorar a decisão dos políticos e fazer outras reivindicações. Vários pontos da Grande São Paulo e da capital também registraram manifestações ao longo do dia.

Os protestos mais intensos desta quarta ocorreram em Niterói (RJ), onde ônibus foram depredados e houve confrontos entre policiais e manifestantes.

Belo Horizonte (MG) e Brasília também registraram passeatas.

Acompanhe abaixo os fatos do dia em ordem cronológica.

19:14

Há horas, centenas de manifestantes estão nas ruas de Niterói (RJ). Agora, um grupo ruma à ponte Rio-Niterói.

19:28

Manifestantes bloquearam a rodovia Ayrton Senna, uma das principais vias de acesso à capital paulista. A pista foi interditada  perto do Rodoanel, no km 23.

19:34

Esta quarta-feira foi dia de protestos também na Grande São Paulo, convocados pelos movimentos Periferia Ativa e Trabalhadores Sem-Teto em diversos pontos, como M´Boi Mirim, Taboão da Serra e São Bernardo.

Em comunicado, eles também pediam a revogação do aumento das passagens de transporte público, além de medidas de controle do valor dos aluguéis, e fizeram críticas aos gastos relacionados à Copa do Mundo.

19:39

No Twitter da BBC Brasil, leitores começam a se manifestar a respeito da revogação do aumento no transporte público:

@Allex880136: E quem disse que os protestos eram só sobre as passagens? tem que atender o resto

@Guigas_Ag: Uma vitória da manifestação popular.....vamos continuar nas ruas....agora serão a saúde, educação e melhoria no transporte públ.

 

19:46

Emissora GloboNews informa que, por causa dos protestos em Niterói, trânsito está interrompido na ponte que liga a cidade ao Rio.

Há confrontos entre policiais e manifestantes.

19:59

A ONG Anistia Internacional divulgou nesta quarta-feira um guia de boas práticas para policiais que participam de mobilizações em espaços públicos, baseado em dois documentos da Organização das Nações Unidas (ONU), informa a Agência Brasil.

Entre as recomendações:

- "reuniões públicas não podem ser consideradas um inimigo"

- "A polícia não tem o papel de reprimir a manifestação. Na verdade, tem o papel de facilitar as manifestações públicas que são pacíficas, porque é um direito de todas as pessoas se manifestarem publicamente"

- A dispersão de uma manifestação só deve ser adotada quando não houver outra maneira de se proteger a ordem e o patrimônio públicos de violência iminente

- "A decisão de dispersar deve ser tomada em último caso, com base em princípios de necessidade e proporcionalidade"

- "O uso de armas de fogo durante o policiamento de uma manifestação é algo absolutamente irregular e condenável"

20:11

Na Avenida Paulista, o protesto continua, pacificamente e em menor número que nas manifestações anteriores.

Muitos comemoram a revogação do aumento do transporte público; outros mantêm a bandeira de que o protesto não é apenas pelos 20 centavos no transporte público.

20:17

Acaba de ser liberada a pista da rodovia Ayrton Senna, bloqueada por manifestantes. Ainda há trânsito no local.

BREAKING 20:18

Violência se intensifica em Niterói (RJ). Manifestantes tentaram incendiar um ônibus. O motorista conseguiu mover o veículo. A tropa de choque avança contra o grupo, com bombas de gás.

A rádio CBN informa que também houve tentativa de incendiar o ônibus, alvo de coquetéis molotov.